Toni Albir|EFE
Toni Albir|EFE

Nadal derrota alemão e faz final com Nishikori em Barcelona

Número 5 do mundo leva vantagem no confronto direto com o japonês

Agência Estado, Estadão Conteúdo

23 de abril de 2016 | 14h08

O espanhol Rafael Nadal vai disputar neste domingo o título do Torneio de Barcelona com o japonês Kei Nishikori após ambos os donos de títulos do ATP 500 disputado em quadras de saibro, avançarem à decisão com vitórias em dois sets nas semifinais deste sábado.

Nadal superou o alemão Philipp Kohlschreiber, 27º colocado no ranking da ATP, por duplo 6/3 para jogar a sua primeira final desde 2013 em Barcelona, onde já foi campeão impressionantes oito vezes. Nishikori, o atual bicampeão do torneio espangol, venceu o francês Benoit Paire, 22º colocado no ranking, na outra semifinal por 6/3 e 6/2.

Número 5 do mundo, Nadal possui um retrospecto de oito vitórias e uma derrota contra Nishikori, o sexto colocado no ranking, mas espera uma final difícil. "Eu terei que jogar o meu melhor", disse o espanhol.

Cabeça de chave número 1, Nadal venceu com facilidade Kohlschreiber, numa partida definida em 1 hora e 32 minutos. O espanhol conseguiu três quebras de saque, no sexto game do primeiro set e no sétimo e nono do segundo. Além disso, salvou o único break point que o alemão teve para assegurar o seu triunfo, o 12º em 13 confrontos com Kohlschreiber.

Agora Nadal vai disputar a 101ª final da sua carreira em busca do 69º título - o 68º foi conquistado no último fim de semana, quando foi campeão do Masters 1000 de Montecarlo.

Já Nishikori dominou Paire, terminando a partida com um total de cinco de nove break points convertidos na 1 hora e 7 minutos em que permaneceu em quadra. "Estão sendo ótimos estes três anos aqui, então espero que eu possa fazer uma grande partida amanhã", disse Nishikori, que venceu as últimas 14 partidas que disputou em Barcelona e disputará neste domingo a 18ª final da sua carreira - o asiático já venceu 11.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Rafael NadalATPTênis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.