Nadal: 'derrota de Federer mostra que ele não é o único rival'

Tenista espanhol se mostra preocupado com derrota sua e de Federer para o argentino David Nalbandian

EFE

23 de outubro de 2007 | 13h48

O tenista espanhol Rafael Nadal disse que, apesar da tristeza pela derrota no Masters Series de Madri, na Espanha, o resultado do torneio "mostrou que o suíço Roger Federer não é o seu único rival".   No último domingo, Federer foi derrotado na final do torneio pelo argentino David Nalbandian, por 2 sets a 1, com parciais de 1/6, 6/3 e 6/3. Anteriormente, Nalbandian já havia eliminado Nadal, nas quartas-de-final, por 2 sets a 0 (6/1 e 6/2).   Nadal também afirmou estar motivado para conseguir um bom resultado no Masters Series de Paris e na Masters Cup, em Xangai. "Espero ter força no final da temporada", afirmou.   Sobre a derrota para Nalbandian nas quartas-de-final de Madri, o espanhol disse que "toda derrota o deixa chateado", mas que isso não abalou sua confiança de que ainda pode melhorar.   "Federer é um grande jogador e o atual número um do mundo, mas não fico obcecado com ele, nem em alcançar o topo do ranking. Para mim o rival não é Federer, que só posso enfrentar nas finais, mas o jogador que tenho pela frente em cada partida", ressaltou.   O tenista não quis criar nenhum tipo de polêmica, mesmo após seu relacionamento com Federer ter sido comparado com o existente entre os dois pilotos da McLaren, o espanhol Fernando Alonso e o inglês Lewis Hamilton notórios desafetos. "A relação entre os jogadores do circuito é muito boa de forma geral, e as tensões são completamente diferentes das da Fórmula 1."

Tudo o que sabemos sobre:
ATP Tour

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.