Jason Lee/Reuters
Jason Lee/Reuters

Nadal derrota Dimitrov em Pequim e disputa 110ª final da carreira

Espanhol aguarda adversário vindo do confronto entre Nick Kyrgios e Alexander Zverev

Estadão Conteúdo

07 Outubro 2017 | 09h06

O espanhol Rafael Nadal sofreu neste sábado, mas bateu o búlgaro Grigor Dimitrov e garantiu seu lugar na final do Torneio de Pequim, na China. Ainda no embalo do título conquistado no US Open, o número 1 do mundo vai disputar sua 110ª final da carreira na competição chinesa, de nível ATP 500.

+ ITF testa mudanças na Davis com jogos em dois dias e melhor de três sets

Contra o terceiro cabeça de chave, Nadal precisou de três sets e 2h16min para chegar à vitória. Ele fechou o jogo com parciais de 6/3, 4/6 e 6/1. Seu adversário na decisão vai sair do confronto entre o australiano Nick Kyrgios e o alemão Alexander Zverev. Eles se enfrentarão ainda neste sábado.

Diante do atual número 8 do mundo, o campeão do US Open venceu o set inicial com certa facilidade. Aproveitou um vacilo de Dimitrov para faturar uma quebra de saque e fechou a parcial.

O segundo set, contudo, foi mais complicado. Nadal até começou com vantagem, ao obter nova quebra. Mas permitiu a reação do búlgaro. Dimitrov faturou duas quebras e virou o placar da parcial.

O terceiro set, apesar do placar, foi equilibrado. Isso porque Nadal precisou salvar quatro break points, enquanto Dimitrov salvou seis, de nova oportunidades. Mesmo diante dos dez aces do rival, o espanhol sacramentou a vitória.

O triunfo levou Nadal a sua nona final da temporada. Ele busca o sexto título, após levantar os troféus de Roland Garros e US Open - foi ainda vice no Aberto da Austrália. Neste ano também venceu os Masters 1000 de Montecarlo e Madri.

Mais conteúdo sobre:
Tênis Tênis Rafael Nadal

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.