Nadal derrota Djokovic vai à final em Hamburgo

De quebra, tenista espanhol garantiu a vice-liderança do ranking da ATP; final de domingo será contra Federer

Chiquinho Leite Moreira, O Estado de S. Paulo

17 de maio de 2008 | 13h51

Num jogo emocionante, com mais de três horas de duração, e com o fato de definir o vice-líder do ranking mundial, o espanhol Rafael Nadal usou de toda sua garra e energia para derrotar o sérvio Novak Djokovic por 7/5, 6/2 e 6/2. A partida definiu o finalista que enfrenta Roger Federer neste domingo pelo título do Masters Series de Hamburgo, mas teve um fator de extrema importância. Com a vitória, Nadal garante a indicação de cabeça de chave número 2 de Roland Garros. Se perdesse poderia ter de cruzar com Federer numa das semifinais de Paris. Agora, este duelo só poderá acontecer na final.   A decisão de Hamburgo neste domingo repete a final do ano passado. Roger Federer, neste sábado, passeou em quadra ao eliminar o italiano Andreas Seppi por 6/3 e 6/1, e parte em busca do pentacampeonato no saibro alemão.   O suíço está tentando o seu primeiro troféu em Roland Garros - o único Grand Slam que ainda não conquistou - e uma vitória sobre Nadal nas vésperas de Paris aumentaria bastante sua confiança. Nadal, apesar da vitória sobre Djokovic, continua sob ameaça. Como defende mil pontos do título de Roland Garros no ano passado, qualquer tropeço pode abrir a porta para o tenista sérvio ganhar a vice-liderança do ranking mundial em Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.