Nadal derrota Gasquet e vai à final contra Djokovic

A final masculina do US Open vai reunir os dois melhores tenistas do mundo na atualidade

AE, Agência Estado

07 de setembro de 2013 | 20h41

NOVA YORK - A final da chave masculina do US Open, marcada para acontecer na segunda-feira, vai reunir os dois melhores tenistas do mundo na atualidade. Poucas horas depois da vitória do sérvio Novak Djokovic sobre o suíço Stanislas Wawrinka numa das semifinais deste sábado, o espanhol Rafael Nadal fez o mesmo diante do francês Richard Gasquet e garantiu sua presença na decisão do Grand Slam em Nova York, nos Estados Unidos.

Líder do ranking, Djokovic enfrentou uma batalha de 4 horas e 9 minutos para vencer Wawrinka por 3 sets a 2 na primeira semifinal do dia. Já Nadal, número 2 do mundo, não teve tanto trabalho diante de Gasquet, que aparece em nono lugar na lista da ATP. O espanhol ganhou por 6/4, 7/6 (7/1) e 6/2, em 2 horas e 21 minutos de jogo, e volta a disputar a final do US Open após a ausência por contusão no ano passado.

A decisão deste ano será uma espécie de tira-teima entre os dois no US Open. Eles já se enfrentaram em duas finais do quarto e último torneio do Grand Slam na temporada do tênis, com uma vitória para cada lado: Nadal foi o campeão na edição de 2010 e Djokovic conquistou o título em 2011. No histórico do confronto, no entanto, a vantagem é do espanhol, que ganhou 21 dos 36 jogos disputados contra o sérvio.

Ambos têm a chance de chegar ao segundo título do US Open. Para Nadal, que faz uma temporada fantástica depois de ser recuperar de lesão no joelho, será a chance de ser campeão pela 10ª vez em 2013 - entre as conquistas, faturou Roland Garros. Djokovic, por sua vez, levantou três taças neste ano, mas também tem uma de Grand Slam (Aberto da Austrália), e estará em sua quarta final consecutiva em Nova York.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisUS OpenNadal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.