Nadal e Clijsters enfatizam sua categoria em Melbourne

Rafael Nadal e Kim Clijsters mantiveram sua trajetória tranquila no Aberto da Austrália na quinta-feira, quando o Melbourne Park finalmente testemunhou algumas zebras e sol firme.

NICK MULVENNEY, REUTERS

20 de janeiro de 2011 | 09h28

Um dia depois de Roger Federer ter levado um susto na segunda rodada do torneio, Nadal devolveu o tênis à sua normalidade, levando 102 minutos para derrotar Ryan Sweeting, número 116 do ranking, por 6-2, 6-1 e 6-1.

Foi a 23a vitória consecutiva do espanhol na Rod Laver Arena, em busca do seu quarto título seguido num Grand Slam - feito apenas alcançado por outros dois tenistas masculinos.

O jogo mostrou que, se Nadal e Federer estão numa categoria à parte em relação aos demais "top 10", a diferença entre eles e os jogadores de fora dos "top 100" é gritante. O espanhol, número 1 do mundo, enfrentará na terceira rodada o adolescente australiano Bernard Tomic, que surpreendeu Feliciano López, 31o cabeça de chave, com um 7-6, 7-6 e 6-3.

Clijsters venceu Carla Suárez Navarro, número 62 do ranking, por 6-1 e 6-3. Mas os momentos mais emocionantes aconteceram depois da partida, quando a belga, terceira cabeça de chave do torneio, foi tirar satisfações com o entrevistador oficial por causa de uma mensagem de texto que ele mandou para outra jogadora.

"Você disse que achava que eu estava grávida!", disse ela a Todd Woodbridge, ex-campeão de duplas em torneios importantes. "O texto dizia: 'Ela parece realmente irritada, e seus peitos parecem maiores'."

Clijsters tricampeã do Aberto dos EUA, nega que esteja esperando um segundo filho. Ela riu do incidente, enquanto Woodridge, constrangido, declarou o fim da sua carreira como jornalista.

Menos sorridente estava Jelena Jankovic, primeira entre as dez cabeças de chave a deixar esta edição do torneio. Ela perdeu por 7-6 e 6-3 para a chinesa Peng Shuai. Depois de abrir uma vantagem de 4-1, a sérvia cometeu 39 erros não-forçados e chegou à sétima derrota em oito jogos.

"Como jogadora de ponta - já fui número 1 do mundo - é duro às vezes aceitar esses erros", disse Jankovic, desanimada.

Outras cabeças de chave que deixaram o Aberto da Austrália na segunda rodada foram as russas Maria Kirilenko (18a) e Alisa Kleybanova (24a), além da espanhola María José Martínez Sánchez (26a).

Na chave masculina, o canadense Milos Raonic, vindo da pré-qualificação, usou seu forte saque para derrotar o francês Michael Llondra, 22a cabeça de chave, por 7-6, 6-3 e 7-6.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISAUSTRALIANADALCLIJSTERS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.