Max Rossi/Reuters
Max Rossi/Reuters

Nadal é definido como apenas o 10º cabeça de chave de Wimbledon

Espanhol pode enfrentar rivais de peso logo nas oitavas de final

Estadão Conteúdo

24 de junho de 2015 | 09h21

Dono de dois títulos de Wimbledon, Rafael Nadal foi nomeado nesta quarta-feira como apenas o cabeça de chave número 10 da edição de 2015 do torneio, na sua pior pré-classificação no Grand Slam londrino, disputado no All England Club. Essa definição significa que Nadal pode enfrentar um dos principais candidatos ao título logo nas oitavas de final, e certamente um dos quatro primeiros cabeças de chave nas quartas de final.

Esse caminho mais tortuoso na luta por um possível título será conhecido nesta sexta-feira, quando ocorrerão os sorteios das chaves da competição. Ao contrário dos outros torneios do Grand Slam, Wimbledon não considera apenas os rankings da ATP e da WTA para definir os cabeças de chave do torneio, disputado em quadras de grama, que começa na próxima segunda-feira.

Atual campeão de Wimbledon e líder da lista da ATP, o sérvio Novak Djokovic é o cabeça de chave número 1 do torneio masculino. Já a norte-americana Serena Williams, primeira colocada no ranking da WTA e cinco vezes campeã em Londres, foi apontada como a primeira favorita da chave feminina.

Nadal, que foi campeão de Wimbledon em 2008 e 2010, caiu para o décimo lugar no ranking após lesões e maus resultados. Na semana passada, o espanhol foi eliminado na sua estreia no Torneio de Queen''s, logo depois de ser campeão em Stuttgart, em competições disputadas em quadras de grama.

Antes de 2015, Nadal teve a sua pior condição de cabeça de chave em Wimbledon há dois anos, quando foi o número 5. Em outros anos, ele sempre esteve entre os quatro mais bem classificados, exceto na sua primeira aparição em Wimbledon, em 2003, quando não foi um dos cabeças de chave.

Na lista de cabeças de chave do torneio masculino, Djokovic é seguido pelo suíço Roger Federer, sete vezes campeão em Wimbledon, pelo britânico Andy Murray, que levou o título em 2013, pelo também suíço Stan Wawrinka, campeão de Roland Garros, e pelo japão Kei Nishikori. A lista dos dez primeiros cabeças de chave é completada pelo checo Tomas Berdych, pelo canadense Milos Raonic, pelo espanhol David Ferrer, pelo croata Marin Cilic e por Nadal.

Em uma pequena alteração em comparação com o ranking da ATP, Raonic e Ferrer trocaram de lugar, com o canadense sendo o número 7, à frente do espanhol. Fora do Top 10, também há cabeças de chave que podem causar complicações por possuírem estilo de jogo que se adapta às quadras de grama, como o búlgaro Grigor Dimitrov (número 11), o francês Jo-Wilfried Tsonga (13), o norte-americano John Isner (17), o também francês Gael Monfils (18) e o croata Ivo Karlovic (23).

A lista das principais cabeças de chave do torneio feminino confirma a ordem do ranking da WTA. Seguindo Serena estão a checa Petra Kvitova, a atual campeã de Wimbledon, a romena Simona Halep, a russa Maria Sharapova, a dinamarquesa Caroline Wozniacki, a checa Lucie Safarova, a sérvia Ana Ivanovic, a russa Ekaterina Makarova, a espanhola Carla Suárez Navarro, e a alemã Angelique Kerber.

Vice-campeã de Wimbledon no ano passado, a canadense Eugenie Bouchard é apenas a cabeça de chave número 12, após uma temporada marcada por seguidas eliminações nas rodadas iniciais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.