Peter Staples/Divulgação
Peter Staples/Divulgação

Nadal e Djokovic triunfam nas duplas no Torneio de Doha

De folga na chave de simples, tenistas superam rivais formando duplas com Juan Monaco e Filip Krajinovic, respectivamente

Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2015 | 19h25

Sem compromissos pela chave de simples, em que farão suas estreias nesta terça-feira, o espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic entraram em quadra nesta segunda com seus parceiros de duplas no ATP 250 de Doha, no Catar. Ao lado do argentino Juan Monaco, Nadal venceu a parceria formada pelo italiano Simone Bolelli e pelo também argentino Leonardo Mayer com um duplo 6/3. Já o líder do ranking mundial joga junto com o compatriota Filip Krajinovic e derrotou por 6/1 e 6/4 a dupla Jabor Al Mutawa (Catar) e Malek Jaziri (Tunísia).

Na segunda rodada, já pelas quartas de final, Nadal poderá encontrar o brasileiro Bruno Soares pela frente. Nesta terça, ele e o austríaco Alexander Peya estreiam em Doha contra a dupla formada pelo alemão Benjamin Becker e pelo neozelandês Artem Sitak.

Na chave de simples, o espanhol estreia nesta terça contra o alemão Michael Berrer e já sabe que, se vencer jogará contra o croata Ivan Dodig, que nesta segunda ganhou do egípcio Mohamed Safwat por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1.


Outros classificados neste primeiro dia de disputas em Doha foram Simone Bolelli, o francês Richard Gasquet, o alemão Dustin Brown, o croata Ivo Karlovic e o espanhol Fernando Verdasco.

NA ÍNDIA
Apenas três partidas abriram o ATP 250 de Chennai, na Índia, nesta segunda. Os quatro principais favoritos ao título, de "bye" na primeira rodada, só farão as suas estreias na quarta ou quinta-feira. São eles: o suíço Stan Wawrinka, o atual campeão, os espanhóis Feliciano López e Roberto Bautista Agut e o belga David Goffin.

Wawrinka já sabe quem será o seu adversário na estreia. É o croata Borna Coric, que bateu o holandês Robin Haase com um duplo 6/2. A surpresa do dia foi eliminação do espanhol Marcel Granollers, cabeça de chave número 7, para o austríaco Andreas Haider-Maurer. O tenista da Espanha venceu o primeiro set por 6/3, perdeu o segundo no tie-break por 8 a 6 e esteve de abandonar o jogo quando perdia o terceiro por 2 a 0. Por fim, o luxemburgês Gilles Mueller avançou ao ganhar do francês Edouard Roger-Vasselin em três sets.

NA AUSTRÁLIA
Na mesma situação de Chennai, o ATP 250 de Brisbane, na Austrália, só terá a estreia dos favoritos - o suíço Roger Federer, o japonês Kei Nishikori, o búlgaro Grigor Dimitrov e o canadense Milos Raonic - na quarta ou quinta-feira, já pela segunda rodada.

Nesta segunda, quatro partidas foram realizadas. A de maior destaque foi a vitória do local Bernard Tomic contra o norte-americano Sam Querrey por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/6 (7/5). Na segunda rodada ele enfrentará o compatriota Thanasi Kokkinakis, que passou pelo francês Julien Benneteau por 6/4 e 6/3.

Outro tenista da França eliminado foi Gilles Simon, que caiu para o local James Duckworth com um duplo 6/2. Para salvar a honra dos franceses, Jeremy Chardy avançou à segunda rodada ao bater o casaque Andrey Golubev com um duplo 6/4. Seu próximo rival será Dimitrov.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.