Petar Kujundzic/Reuters
Petar Kujundzic/Reuters

Nadal é favorito na Austrália, diz Federer

Suíco reconhece que está jogando bem em quadras duras, mas vê rival dominando nos Grand Slams

REUTERS

15 de janeiro de 2011 | 17h36

Os três Grand Slam que Rafael Nadal conquistou em 2010 merecidamente o tornaram favorito para vencer o Aberto da Austrália, disse neste sábado Roger Federer, seu eterno rival e campeão da última edição do torneio.

Em novembro, Federer derrotou Nadal em três sets na final do ATP World Tour, em Londres, impedindo que o espanhol encerrasse sua brilhante temporada de uma forma impecável, mas os títulos conquistados por ele em Roland Garros, Wimbledon e US Open não deixa margem para dúvidas, segundo o suíço.

"Ele é o favorito, tem três (Grand) Slam. Eu ainda tenho esse (Aberto da Austrália)", disse Federer, 29 anos, aos repórteres.

"É claro que ganhei o World Tour Finals e tenho jogado muito bem em quadras duras, mas ele foi o único a dominar os Grand Slams, ele não teve praticamente nenhum problema nos últimos três torneios," acrescentou.

"É óbvio que isso faz dele o favorito, eu acho. Não tenho nenhum problema em não ser o favorito," disse ele.

Federer bateu Andy Murray na final do ano passado e conquistou seu décimo sexto Grand Slam, afastando as dúvidas sobre sua motivação em meio ao seu novo papel de marido e pai de dois pequenos gêmeos. Mas depois de sua eliminação surpresa nas quartas-de-final de Roland Garros e Wimbledon, especialistas começaram a questionar a sua invencibilidade.

O suíço respondeu de forma enfática ao final da temporada, e chega ao primeiro Grand Slam do ano em grande forma depois de vencer o Aberto do Catar.

Tudo o que sabemos sobre:
TENISATPABERTODAAUSTRALIAFEDERER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.