Nadal elogia Federer e critica calendário da ATP

'Melhor número dois da história' diz que Federer é o melhor jogador de todos os tempos

EFE

11 de maio de 2008 | 16h34

O tenista espanhol Rafael Nadal, número dois do mundo, rasgou elogios ao suíço Roger Federer, atual primeiro colocado do Ranking de Entradas, e fez críticas ao calendário da ATP. "Sou o melhor número dois da história do esporte, mas acho que Federer é o melhor jogador de todos os tempos. Gostaria muito de ser o número um, mas não é isso que me motiva. Fico feliz em dar tudo de mim", comentou o espanhol em entrevista ao jornal alemão Welt am Sonntag.   Nadal aproveitou ainda para dizer que a rivalidade com Federer se limita às quadras de tênis. Ele também elogiou o desempenho do sérvio Novak Djokovic, terceiro do mundo e que neste domingo levou o Masters Series de Roma.   O espanhol também criticou o calendário do circuito profissional masculino. Segundo ele, os principais torneios europeus no saibro - Barcelona e os Masters de Monte Carlo, Roma e Hamburgo - não deveriam ocorrer num período de quatro semanas consecutivas.   "Este calendário prejudica especialmente os jogadores. É um grande erro", apontou o espanhol, que foi caindo de rendimento até ser eliminado no Masters de Roma mostrando problemas físicos.   Nadal faz parte do grupo de 20 tenistas que assinou um pedido para que o sul-africano Etienne de Villiers, atual presidente da ATP, não esteja à frente da organização em 2009.   Embora ache que ele deveria ficar na diretoria do circuito, o espanhol defende a busca por outros candidatos que possam trazer algo de com ao tênis. "Houve muitos erros e os jogadores nem foram ouvidos em relação a algumas questões muito importantes", lembrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.