Mike FREY / AFP
Mike FREY / AFP

Nadal fatura 1º título em retorno após lesão; Marcelo Melo perde final em Adelaide

Espanhol supera tenista norte-americano Maxime Cressy por 2 sets a 1 em Melbourne, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/3

Redação, Estadão Conteúdo

09 de janeiro de 2022 | 09h29

Após ser forçado a encerrar a temporada passada em agosto, quando sofreu uma lesão no pé, Rafael Nadal iniciou 2022 com título logo no primeiro torneio disputado. O espanhol venceu o norte-americano Maxime Cressy por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/3, neste domingo, e levantou a taça do ATP 250 de Melbourne, na Austrália, em disputa preparatória para o Aberto do país.

A conquista deste final de semana foi a 89ª da vitoriosa carreira de Nadal, atual número 6 do ranking mundial. Superadas as dificuldades impostas pelas lesão, ele mostrou que está preparado para aumentar o número de títulos, até porque teve excelente aproveitamento em Melbourne, sem perder um set sequer.

"Eu quero agradecer toda a organização daqui. Eu me sinto privilegiado e com muita sorte de estar aqui novamente. Eu estou voltando de momentos desafiadores em termos de lesões, então eu não poderia estar mais feliz. Significa muito estar de volta com um troféu em minhas mãos", disse o espanhol após a vitória.

Antes da celebração, Nadal encontrou um adversário difícil. Cressy, número 112 do ranking, disputava sua primeira final de ATP, mas conseguiu manter o jogo equilibrado em alguns momentos, principalmente no primeiro set, definido no tie-break com vitória do espanhol. Já o segundo set foi um pouco mais tranquilo para Nadal, que garantiu o título com uma quebra de serviço no oitavo game.

DERROTA BRASILEIRA EM ADELAIDE

Em outro ATP, também na Austrália, mas na cidade de Adelaide, o brasileiro Marcelo Melo e seu parceiro croata Ivan Dodig ficaram com o vice-campeonato. Os dois perderam por 2 sets a 0 para os indianos Rohan Bopanna e Ramkumar Ramanathan, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/1, na final do torneio e viram a taça ir para as mãos dos adversários.

Perder o título pode ter sido frustrante para Melo, mas chegar à final já foi uma realização significativa, pois ele não disputava uma decisão desde 2020. Além disso, conseguiu 150 pontos no ranking e deve subir cinco colocações, alcançando o 24º lugar.

No simples do mesmo torneio, o título ficou com o francês Gael Monfils, que venceu o russo Karen Khachanov por 2 sets a 0, com duas parciais de 6/4. Ainda na Austrália, outra taça foi levantada. Em Sidney, o Canadá comemorou o título da ATP Cup após Felix Auger-Aliassime e Denis Shapovalov venceram seus duelos contra a Espanha.

Primeiro, Shapovalov bateu Pablo Carreño com parciais de 6/4 e 6/3. Na sequência, Aliassime fez uma apresentação sólida contra Roberto Bautista e garantiu a taça para o Canadá ao vencer o adversário por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-3) e 6/3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.