Nadal faz final com argentino no Chile neste domingo

O espanhol Rafael Nadal vai jogar ambas as finais, de simples e duplas, no Torneio de Viña del Mar, no Chile, no seu retorno ao tênis após sete meses de inatividade por causa de uma lesão no joelho esquerdo e um vírus estomacal. O numero 5 do mundo venceu por 2 sets a 0, com um duplo 6/2, o francês Jeremy Chardy, 26º colocado no ranking da ATP, no sábado nas semifinais. O espanhol e Juan Monaco ganharam sua semifinal de duplas na sexta-feira, o que significa que Nadal vai disputar duas decisões neste domingo.

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2013 | 20h24

Nadal enfrentará o argentino Horacio Zeballos na final de simples. O número 83 do mundo avançou para a decisão ao vencer o compatriota Carlos Berlocq (6/3 e 7/6). Em duplas, o espanhol e Monaco vão jogar contra os argentinos Paolo Lorenzi e Potito Starace. O ex-número 1 do mundo jogou seis partidas em cinco dias e não perdeu um set. "Cada dia melhora e cresce a confiança para mim", disse Nadal. "Cada dia que o joelho responde bem é muita energia positiva para mim, e isso está me ajudando muito".

Nadal começou a semifinal deste sábado em ritmo forte, com quebra de serviço. Em seguida, cometeu três duplas faltas, mas mesmo assim conseguiu manter o seu saque. Na sequência, abriu 4/0 e venceu com facilidade por 6/2. No segundo set, Nadal conseguiu quebras de serviço no terceiro e sétimo games, salvou três break points no sexto e triunfou novamente por 6/2 para se garantir na decisão.

"A realidade é que estou em uma final, que para mim é muito bonito, muito importante depois de muito tempo sem competir. É uma sensação bastante positiva", disse o espanhol após a semifinal, que teve 1 hora e 5 minutos de duração.

A final deste domingo será a primeira de Nadal desde que ele faturou o seu sétimo título em Roland Garros no ano passado. Adversário na decisão, Zeballos nunca ganhou um título de simples, enquanto o espanhol já conquistou 50, incluindo 11 torneios do Grand Slam. Além disso, foi campeão oito vezes de torneios de duplas.

Depois de Viña del Mar, o espanhol, de 26 anos, jogará o Brasil Open, na próxima semana, e o Torneio de Acapulco, no México, no giro pela América Latina que marca o seu retorno ao tênis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.