Nadal, Federer, Djokovic e Murray não duelarão em Wimbledon antes das semifinais

No torneio feminino, as principais cabeças de chave serão Kerber, Halep, Pliskova e Svitolina

Estadão Conteúdo

28 de junho de 2017 | 11h10

A organização de Wimbledon anunciou nesta quarta-feira os cabeças de chave da edição de 2007 do Grand Slam britânico e definiu que os tenistas do chamado "Big 4" - Roger Federer, Rafael Nadal, Novak Djokovic e Andy Murray -, são os quatro primeiros, o que impede um encontro entre eles antes das semifinais em Londres.

Líder do ranking da ATP e atual campeão, Murray é o cabeça de chave número 1, seguido por Djokovic, Federer e Nadal. O espanhol e o sérvio estão entre os quatro primeiros colocados da lista - segundo e quarto, respectivamente -, mas o suíço é o número 5 do mundo.

Terceiro colocado no ranking, o suíço Stan Wawrinka, dono de três títulos de Grand Slam, mas que nunca venceu Wimbledon, foi apontado como o quinto cabeça de chave. O canadense Milos Raonic, o croata Marin Cilic, o austríaco Dominic Thiem, o japonês Kei Nishikori e o alemão Alexander Zverev completam a relação dos dez primeiros cabeças de chave do Grand Slam londrino.

No torneio feminino, a alemã Angelique Kerber é a cabeça de chave número 1, em uma lista que reflete o Top 10 do ranking da ATP. A única exceção é a ausência da norte-americana Serena Williams, a número 4 do mundo, que está grávida e, afastada das quadras desde o Aberto da Austrália, não vai atuar em Wimbledon.

Isso significa que a quinta colocada no ranking, a ucraniana Elina Svitolina, é a quarta cabeça de chave, atrás de Kerber, da romena Simona Halep e da checa Karolina Pliskova. A dinamarquesa Caroline Wozniacki, a britânica Johanna Konta, a russa Svetlana Kuznetsova, a eslovaca Dominika Cibulkova, a polonesa Agnieszka Radwanska e a norte-americana Venus Williams completam a relação das dez primeiras cabeças de chave. Com ranking protegido, a checa Petra Kvitova é a 11ª favorita.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisTorneio de Wimbledon [tênis]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.