David Crosling/EFE
David Crosling/EFE

Nadal, Federer e Murray estreiam com vitórias fáceis na Austrália

Líder do ranking mundial, o tenista espanhol conta com a desistência do australiano Bernard Tomic

Agência Estado

14 de janeiro de 2014 | 09h13

MELBOURNE - Rafael Nadal, Andy Murray e Roger Federer não tiveram maiores problemas para confirmar favoritismo em suas estreias no Aberto da Austrália, nesta terça-feira, em Melbourne. Líder do ranking mundial, o tenista espanhol contou com a desistência do australiano Bernard Tomic logo após vencer o primeiro set por 6/4 para avançar à segunda rodada. Quarto cabeça de chave do Grand Slam, o britânico arrasou o japonês Go Soeda por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/1 e 6/3. Já o suíço passou pelo australiano James Duckworth por 6/4, 6/4 e 6/2.

Nadal luta para encerrar o reinado do sérvio Novak Djokovic, que levou os últimos três títulos do Grand Slam australiano, e conquistar o seu segundo título em Melbourne, onde só levantou a taça em 2009. Campeão do Torneio de Doha logo no início deste ano, o espanhol sonha repetir o sucesso da temporada espetacular que fez em 2013, quando acumulou 75 vitórias em 82 jogos e levou 10 títulos.

Nesta terça, com uma quebra de saque no único break point cedido por Tomic no primeiro set, Nadal assegurou a vantagem de 6/4, para em seguida ver o seu rival desistir por causa de aparentes dores musculares na coxa esquerda.

Com o triunfo fácil, Nadal terá pela frente na segunda rodada mais um tenista australiano. Trata-se de Thanasi Kokkinakis, convidado pela organização, que surpreendeu ao eliminar em sua estreia o holandês Igor Sijsling, batido por 3 sets a 1, com 7/6 (7/4), 0/6, 7/6 (7/3) e 6/2.

Do mesmo lado da chave do primeiro grande torneio da temporada, Federer e Murray poderão se cruzar em um possível confronto de quartas de final, sendo que o recordista de títulos de Grand Slam busca o seu quinto título na Austrália, onde o britânico ainda almeja a sua primeira conquista, após três derrotas em finais.

Com o triunfo arrasador na primeira rodada, Murray enfrentará na próxima fase o francês Vincent Millot, que nesta terça superou o norte-americano Wayne Odesnik por 3 sets a 2, com parciais de 7/5, 4/6, 6/7 (4/7), 6/1 e 6/3. Já Federer medirá forças com o esloveno Blaz Kavcic, que neste dia de confrontos contou com a desistência de Radek Stepanek quando vencia o quarto set por 2 a 0. Antes disso, o checo chegou a ganhar as duas primeiras parciais por 7/6 (7/3) e 6/4, antes de perder a terceira por 6/1 e deixar o duelo na quarta por causa de dores no pescoço.

Garantido na segunda rodada, Federer também fez história nesta terça com o simples fato de ter entrado em quadra para jogar, pois ao atuar no 57º Grand Slam consecutivo de sua carreira se tornou o tenista a disputar o maior números de torneios seguidos da série mais importante de torneios do tênis, que também engloba Roland Garros, Wimbledon e o US Open.

DEL POTRO

Outro favorito de destaque que estreou com vitória nesta terça foi o argentino Juan Martín del Potro, que sofreu um pouco, mas derrotou o norte-americano Rhyne Williams por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 6/7 (1/7), 6/3, 6/4 e 6/4. Quinto cabeça de chave, o argentino assim se credenciou para enfrentar na segunda rodada o espanhol Roberto Bautista Agut, que arrasou o norte-americano Tim Smyczek por 6/2, 6/1 e 6/1.

HEWITT CAI

Grande ídolo da torcida local, o australiano Lleyton Hewitt amargou uma dura derrota em sua estreia nesta edição do Aberto da Austrália. Em um jogo no qual chegou a desperdiçar um match point, o ex-líder do ranking mundial caiu diante do italiano Andreas Seppi, que venceu por 3 sets a 2, com parciais de 7/6 (7/4), 6/3, 5/7, 5/7 e 7/5.

Para Hewitt, a eliminação foi dura também pelo fato de que ele vinha embalado pela conquista do Torneio de Brisbane, no qual surpreendeu ao bater Federer na final. Desta forma, ele terá de se contentar em disputar a chave de duplas na Austrália, onde atuará ao lado do também ex-número 1 do mundo Patrick Rafter, australiano que interrompeu sua aposentadoria para voltar a jogar.

Também em quadra em jogos desta terça, o canadense Milos Raonic e o japonês Kei Nishikori, respectivos 11º e 16º cabeças de chave, estrearam com vitória em Melbourne. Outros tenistas que também ostentam a condição de pré-classificados e passaram por suas estreias nesta terça foram os franceses Gael Monfils e Benoit Paire, os espanhóis Feliciano López e Fernando Verdasco e o búlgaro Grigor Dimitrov. Já o norte-americano John Isner, 13º cabeça de chave, decepcionou ao cair diante do esloveno Martin Klizan na primeira rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.