Mark Lyons/EFE
Mark Lyons/EFE

Nadal ganha e encara Federer nas quartas no Masters de Cincinnati

Espanhol teve trabalho para superar Dimitrov por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 5/7 e 6/2

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 22h30

CINCINNATI - Um dos maiores "clássicos" do tênis na atualidade - entre Rafael Nadal e Roger Federer - geralmente acontece em semifinais ou finais de grandes torneios. Desta vez, pelo fato de o suíço estar na quinta colocação do ranking mundial da ATP, ele vai acontecer antes - será pelas quartas de final do Masters 1000 de Cincinnati, nos Estados Unidos, disputado em quadras rápidas.

Nesta quinta, horas depois de Federer ter suado para derrotar de virada o alemão Tommy Haas, Nadal também teve muito trabalho para ganhar do búlgaro Grigor Dimitrov, o 29.º colocado do mundo e namorado da musa russa Maria Sharapova, por 2 sets a 1 - com parciais de 6/2, 5/7 e 6/2, em 2 horas e 2 minutos de duração.

Atual número 3 do mundo, Nadal leva grande vantagem no confronto direto contra Federer. Em 30 partidas disputadas, o espanhol ganhou 20, incluindo as duas já realizadas nesta temporada - na final do Masters 1000 de Roma, na Itália, e nas quartas de final do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. A última vitória do suíço foi na semifinal da edição de 2012 de Indian Wells.

Em outro jogo desta quinta, o checo Tomas Berdych não tomou conhecimento do espanhol Tommy Robredo, algoz do brasileiro Thomaz Bellucci na primeira rodada. Com parciais de 6/3 e 6/0, o número 6 do mundo venceu e avançou às quartas de final, onde enfrentará o britânico Andy Murray, o segundo colocado do ranking mundial da ATP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.