Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Nadal nega doping e critica comerciais de canal francês

O tenista Rafael Nadal criticou nesta quinta-feira a TV francesa que o acusa de doping e afirmou que os comerciais veiculados pelo Canal Plus visam atingir todos os atletas espanhóis, sem distinções.

AE, Agência Estado

09 de fevereiro de 2012 | 17h22

"Não se trata de algo contra mim, e sim contra a Espanha em geral", declarou Nadal. "É triste ver uma campanha deste tipo, que vai contra tudo o que você sofreu para conquistar", reforçou o número dois do mundo, que negou usar qualquer recurso ilícito para melhorar sua performance na quadra. "Posso garantir que não há nada de pílulas e seringas ou qualquer coisa do tipo".

As declarações de Nadal se referem aos comerciais veiculados pelo canal francês nos últimos dias. O primeiro deles sugere que o tenista, conhecido pelo bom preparo físico, faça uso de doping no circuito profissional. O vídeo se encerra com uma acusação gratuita: "Atletas espanhóis, eles não vencem por acaso"

O viés ofensivo contra todos os atletas espanhóis ficou mais evidente no segundo comercial. Uma fila de esportistas, caracterizados como Nadal, o goleiro Casillas e um jogador de basquete, assina uma petição favorável ao ciclista Alberto Contador, suspenso por dois anos na segunda-feira por conta de doping. Ao invés de canetas, os atletas utilizam agulhas para assinar o documento.

A insatisfação dos espanhóis com os comerciais alcançou o governo nesta quinta. Jose Ignacio Wert, ministro da Educação, Cultura e Esporte, classificou a campanha francesa como "intolerável" e "desprovida de espírito esportivo".

"É um ataque indiscriminado contra o esporte espanhol. É completamente falso e não corresponde à realidade. Várias federações já manifestaram a intenção de protestar contra essa campanha", declarou o ministro.

Jogador do Barcelona e da seleção espanhola, o zagueiro Gerard Pique atribuiu a campanha francesa à inveja dos bons resultados da Espanha nos últimos anos. "Está na moda tirar a credibilidade dos campeões com esta história de doping. Para calar a boca deles, temos que continuar vencendo", afirmou.

Os comerciais tiveram início após a condenação do ciclista Alberto Contador, então tricampeão da Volta da França. O espanhol perdeu um dos títulos, por conta do doping constatado em 2010. Os ciclistas da Espanha têm dominado a tradicional competição com dez títulos desde 1985, ano da última vitória de um francês, Bernard Hinault, na prova.

No tênis, os espanhóis faturaram 11 troféus em Roland Garros, Grand Slam disputado na França, desde 1983, quando o último local se sagrou campeão. Nadal ficou com seis destes 11 canecos. A Espanha ainda tem mostrado domínio no futebol, com os títulos da Eurocopa e da Copa do Mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRafael NadalFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.