Claude Paris AP
Claude Paris AP

Nadal passa fácil por Ferrer e vai à final em Montecarlo

Atual campeão do torneio, e número 2 do Mundo, fará final espanhola contra Verdasco

AE, Agência Estado

17 de abril de 2010 | 11h46

O espanhol Rafael Nadal mostrou neste sábado que está mesmo embalado pela boa campanha no Masters 1000 de Montecarlo, em Mônaco. Ainda sem perder um set sequer no torneio, o número 3 do mundo conquistou mais uma vitória convincente para tentar interromper o jejum de títulos que já dura desde maio de 2009. Em apenas 1h15, venceu o compatriota David Ferrer por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, e avançou à decisão.

Veja também:

link Verdasco bate Djokovic e decide Montecarlo com Nadal

Segunda cabeça de chave, Nadal busca em Montecarlo o seu sexto título seguido da competição. Na final, ele enfrentará o também espanhol Fernando Verdasco, que bateu o sérvio Novak Djokovic por 2 sets a 0. Se ganhar novamente no saibro de Mônaco, Nadal se igualará ao suíço Roger Federer como o segundo maior vencedor de Masters, com 16 conquistas - o primeiro é o norte-americano Andre Agassi, já aposentado, com 17.

Pelas semifinais, o ex-número 1 do mundo não deu chances para o atual 17.º colocado da ATP. Sem perder para Ferrer desde 2007, Nadal buscava a sua décima vitória sobre o compatriota, que venceu apenas três confrontos diante do tenista de Mallorca. E Ferrer não ofereceu grande resistência à manutenção da hegemonia de Nadal em Montecarlo, sendo completamente dominado no primeiro set.

Depois de sofrer duas quebras na primeira parcial, Ferrer ainda tentou equilibrar o jogo no segundo set. O tenista chegou a superar o saque do adversário por duas vezes, mas também foi quebrado em quatro oportunidades. Com um ótimo aproveitamento de 88% dos pontos no primeiro serviço, Nadal controlou o jogo e selou o triunfo sem maiores dificuldades.

(Atualizada às 13h30)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.