Nadal prevê Djokovic como número 1 já no mês que vem

Se na temporada passada Rafael Nadal foi imbatível no saibro, conquistando 22 vitórias seguidas e quatro títulos importantes na sequência, este ano o espanhol sabe que terá muitas dificuldades em manter o ritmo. Como Novak Djokovic abriu o ano com quatro taças, as duas últimas sobre Nadal, o espanhol já prevê que perderá em breve a liderança do ranking mundial.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2011 | 17h10

"O que fiz no ano passado, ganhando os Masters 1000 de Montecarlo, Madri e Roma, além de Roland Garros, foi histórico. Não creio que possa repetir esta temporada. Ninguém havia conseguido em 50 ou 60 anos, então suponho que eu não possa conseguir duas vezes seguidas", observou Nadal, que defende cinco mil pontos na temporada europeia no saibro e não tem como melhorar este desempenho.

Djokovic, invicto no ano após 24 jogos, não foi bem no saibro na temporada passada. Defende apenas 900 pontos e pode melhorar bastante este desempenho. Contando que Nadal dificilmente deixará de perder pontos, tem tudo para, pelo menos, diminuir a distância de 3.170 pontos que o separam do líder do ranking mundial. O problema é que o sérvio abre a temporada no saibro perdendo os 360 pontos que tinha em Montecarlo, torneio que desistiu de jogar nesta semana.

Nadal acha que perderá o posto já em maio: "O saibro vai fazer bem pra ele. Ele está em situação perfeito para ser o número 1. Creio que isso acontecerá no mês que vem. Ele começou a temporada jogando de forma incrível. Na minha opinião, ele não jogou o máximo nem em Indian Wells nem em Miami", analisou o espanhol, que perdeu a decisão para o sérvio nos dois torneios Masters.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.