Rick Rycroft/AP
Rick Rycroft/AP

Nadal reclama de rapidez das quadras na Austrália

Espanhol tenta seu segundo título no Grand Slam de Melbourne

O Estado de S. Paulo

12 de janeiro de 2014 | 05h00

MELBOURNE - Rafael Nadal está de volta ao Aberto da Austrália e reclamou da nova superfície utilizada no primeiro Grand Slam da temporada. Para ele, as quadras estão rápidas demais.

"Não sei se foi a melhor decisão para o espetáculo", disse o espanhol de 27 anos. "Nos últimos anos, o Aberto da Austrália teve jogos longos, incríveis para a torcida. Por causa dessas condições, vou tentar ser competitivo desde o início."

Nadal não esteve em Melbourne no ano passado porque ainda se recuperava de lesão de joelho. Em 2012, ele foi finalista, mas perdeu para o sérvio Novak Djokovic. Seu único título na Austrália foi ganho em 2009, quando bateu Roger Federer.

O líder do ranking estreia na Arena Rod Laver às 6h de amanhã (de Brasília), contra o local Bernard Tomic, 52.º do mundo. Tomic foi finalista do ATP 250 de Sydney, um dos torneios preparatórios para o Grand Slam, e perdeu a decisão, disputada no sábado, para o argentino Juan Martin del Potro.

Nadal elogiou o rival da estreia. "É um grande talento, tem um bom saque. Terei um começo difícil, contra um jogador da casa e jovem, que está jogando muito bem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.