Yoan Valat/EFE
Yoan Valat/EFE

Nadal se diz satisfeito com temporada e torce por vacina em 2021

Tenista curte férias após conquistar dois títulos, entre eles, o de Roland Garros

Redação, Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2020 | 12h25

Atual número 2 do mundo, o espanhol Rafael Nadal se disse satisfeito com o que apresentou em quadra nesta temporada, marcada por tantos problemas causados pela pandemia do novo coronavírus. Mesmo com a paralisação do circuito profissional por cinco meses, entre março e agosto, o tenista conseguiu somar 27 vitórias e faturou dois títulos. O mais importante deles foi em Roland Garros, onde levantou o seu 20.º Grand Slam na carreira.

"Não dá para avaliar muito este ano, que acabou sendo negativo devido à situação extrema que vivemos, com uma dificuldade que ninguém imaginou. Tudo vai para o baixo. Mas a nível pessoal, pelo pouco que tenho jogado, posso dizer que foi bom e fico satisfeito", afirmou Nadal, em entrevista ao jornal espanhol As.

Na última semana, para encerrar a temporada, Nadal disputou o ATP Finals, em Londres. Em mais uma tentativa de ganhar um título que ainda não possui no currículo, o espanhol foi eliminado nas semifinais pelo russo Daniil Medvedev, que depois foi campeão com vitória sobre o austríaco Dominic Thiem. "Perdi uma oportunidade importante, mas a vida continua", disse.

De férias, o espanhol já pensa na pré-temporada e espera que as coisas em 2021 melhorem. "Esperamos que as vacinas sejam eficazes e depois de alguns meses possamos voltar a uma certa normalidade", comentou o tenista, que tem na cabeça os próximos passos como a disputa do Aberto da Austrália.

"Meu planejamento é descansar alguns dias e começar a treinar para estar pronto no dia 15 de janeiro, tentando estar no máximo das minhas condições para os torneios que terei pela frente. Tenho que me esforçar neste próximo mês e meio para ser um jogador o melhor possível e assim me dar chances de competir porque o próximo ano vai ser importante", finalizou.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRafael Nadalcoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.