Nadal será o cabeça de chave número 5 de Wimbledon

O All England Club divulgou nesta quarta-feira a lista de cabeças de chave de Wimbledon e anunciou que o espanhol Rafael Nadal, campeão de Roland Garros, será apenas o número 5. Com isso, ele poderá ter que enfrentar o suíço Roger Federer, o sérvio Novak Djokovic ou o britânico Andy Murray, todos campeões de torneios do Grand Slam e três primeiros colocado no ranking da ATP, nas quartas de final.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2013 | 09h57

Djokovic é o cabeça de chave número 1 de Wimbledon, seguido por Murray, Federer, o espanhol David Ferrer e Nadal, que caiu no ranking da ATP após se afastar das quadras por cerca de sete meses por causa de uma lesão no joelho esquerdo, depois de ser eliminado pelo checo Lukas Rosol, então número 100 do mundo, na segunda rodada do Grand Slam britânico no ano passado, em uma das maiores surpresas da história do torneio.

No mesmo ano, Ferrer se classificou pela primeira vez para as quartas de final em 10 tentativas em Wimbledon e acabou sendo derrotado por Murray em quatro sets. O espanhol é um especialista em quadras de saibro, mas mesmo assim foi campeão duas vezes do Torneio de Hertogenbosch. Neste ano, porém, foi eliminado logo na estreia ao perder na última terça-feira para o belga Xavier Malisse.

Nadal venceu sete dos nove torneios que disputou em seu retorno ao tênis, incluindo Roland Garros no mês passado, mas caiu para o quinto lugar no ranking, ultrapassado por Ferrer, que foi vice-campeão do Grand Slam francês. A determinação dos cabeças de chave de Wimbledon é feita através do ranking da ATP, combinado ao desempenho dos tenistas em torneios realizados em quadras de grama nos últimos 12 meses.

Com a definição, Nadal poderá ter que vencer todos os três melhores jogadores ranqueados, se quiser voltar a ser campeão de Wimbledon, torneio que conquistou em 2008 e 2010, além de faturar o seu 13º título de um torneio de Grand Slam. O alemão Michael Stich foi o último tenista a alcançar tal feito, na edição de 1991 de Wimbledon. O espanhol vai descobrir a sua rota na sexta-feira, quando será realizado o sorteio das chaves.

"Eu me inscreveria para estar nas quartas de final contra o Rafa amanhã se alguém me oferecesse isso", disse Murray, ao site da BBC. "Você poderia dizer que se eu passasse desse jogo, então a semifinal poderia não ser tão difícil, mas se você quer ganhar os maiores torneios, você tem que vencer os melhores jogadores em todo o mundo. Realmente não importa onde eles estão no sorteio", completou.

O francês Jo-Wilfried Tsonga é o sexto cabeça de chave, à frente de Tomas Berdych, apesar de estar atrás do checo no ranking da ATP. Vice-campeão do Torneio de Queen''s no último fim de semana, o croata Marin Cilic está em 12º lugar no ranking, mas foi apontado como cabeça de chave número 10.

Entre as mulheres, a norte-americana Serena Williams, líder do ranking da WTA e dona de cinco títulos de Wimbledon, é a cabeça de chave número 1, seguida pela bielo-russa Victoria Azarenka. A relação das cinco primeiras pré-classificadas são a russa Maria Sharapova, a polonesa Agnieszka Radwanska e a italiana Sara Errani.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.