Nadal sofre, mas vence e avança em Wimbledon

Tenista líder do ranking mundial, Rafael Nadal sofreu mais do que imaginava para avançar à terceira rodada de Wimbledon, nesta quinta-feira. Ele precisou jogar cinco sets diante do holandês Robin Haase e ficou duas vezes atrás no placar no jogo que acabou com vitória do espanhol com parciais de 5/7, 6/2, 3/6, 6/0 e 6/3.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 16h43

Com o resultado, Nadal jogará por uma vaga nas oitavas de final contra o alemão Philipp Petzschner, que superou o polonês Lukasz Kubot por 3 sets a 2 (6/4, 3/6, 4/6, 6/3 e 6/2).

Na partida desta quinta-feira, Nadal sofreu com a eficiência do saque do seu adversário, que fez 28 aces contra apenas cinco do espanhol. O duelo no fundo de quadra também foi equilibrado - foram 42 winners do líder do ranking diante de 40 do holandês. O tenista da Espanha, porém, cometeu menos erros não-forçados (12 contra 23) e foi mais eficiente com o seu primeiro serviço, com o qual ganhou 85% dos pontos que disputou, fato que acabou fazendo a diferença.

Além de Nadal, outro cabeça de chave que sofreu para avançar à terceira rodada nesta quinta-feira foi o francês Jo-Wilfried Tsonga, que também precisou jogar cinco sets para vencer o ucraniano Alexandr Dolgopolov com parciais de 6/4, 6/4, 6/7 (5/7), 5/7 e 10/8.

Com o feito, o tenista listado como décimo maior favorito ao título lutará por um lugar nas oitavas de final em duelo contra o alemão Tobias Kamke, que nesta quinta bateu o italiano Andreas Seppi por 3 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/2, 6/3 e 6/4.

Já o espanhol David Ferrer, nono cabeça de chave, venceu o francês Florent Serra por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 7/5, 6/7 (6/8) e 6/3. Com isso, medirá forças na terceira rodada com outro francês, Jeremy Chardy, que nesta quinta derrotou o eslovaco Lukas Lacko por 3 sets a 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.