Nadal sofre na estreia, mas bate Isner em batalha de 4h

Pentacampeão em Roland Garros, Rafael Nadal sofreu nesta terça-feira no início de sua caminhada em busca do sexto título no saibro francês. O número 1 do mundo precisou de quatro horas para derrubar o americano John Isner por 3 sets a 2, com parciais de 6/4, 6/7 (2/7), 6/7 (2/7), 6/2 e 6/4.

AE, Agência Estado

24 de maio de 2011 | 13h32

Foi a primeira vez que o espanhol disputou uma partida de cinco sets no Grand Slam francês. Mesmo derrotado, Isner obteve o feito de tirar sets do rival, o que não acontecia desde a edição de 2009, quando Nadal sofreu sua única derrota em Roland Garros, para o sueco Robin Soderling. Ao todo, o espanhol soma 39 vitórias em Paris.

Sem mostrar seu melhor desempenho no saibro, Nadal sofreu para vencer o "gigante" Isner, de 2,06 metros de altura. Conhecido pelo potente saque, o americano mostrou grande aproveitamento no serviço e explorou os erros do espanhol no backhand. No final, chegou a salvar um match point do líder do ranking, no penúltimo game da partida. "Lutei o tempo todo. Não joguei muito bem", admitiu Nadal. "Estava um pouco nervoso. Tenho muita história aqui", justificou.

O espanhol iniciou sua campanha de olho no recorde do sueco Bjorn Borg, dono de seis títulos em Roland Garros. Nadal espera igualar a marca para se consolidar como o "Rei do Saibro" e se tornar o maior jogador de saibro da história.

Nesta terça, o espanhol começou na frente no primeiro set e, ao faturar uma quebra de saque no início da segunda parcial, parecia encaminhar a vitória com tranquilidade. No entanto, Isner conseguiu devolver a quebra, levou o duelo para o tie-break e empatou o duelo.

Motivado pela reação, o americano passou a arriscar mais, principalmente na estratégia de saque e voleio, e contou com alguns erros do rival no backhand. Equilibrado, o terceiro set foi decidido em mais um tie-break, com superioridade de Isner.

Após levar a virada, Nadal resgatou sua confiança e voltou a dominar os pontos. Empatou o jogo, ao vencer o quarto set, e contou com os erros do americano para fechar o quinto set. Ao todo, Isner registrou 58 erros não forçados, contra apenas 27 do número 1 do mundo.

Depois da vitória sofrida, Nadal deverá ter um confronto mais fácil na segunda rodada. Ele vai enfrentar o compatriota Pablo Andujar, com quem nunca duelou no circuito. Número 48 do ranking, Andujar venceu nesta terça o colombiano Santiago Giraldo por 7/6 (7/5), 6/3 e 6/3.

Mais cedo, o austríaco Jurgen Melzer, oitavo cabeça de chave, eliminou o austríaco Andreas Beck por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/2. O americano Sam Querrey, 24.º pré-classificado, também confirmou o favoritismo ao superar o alemão Philipp Kohlschreiber, por 3/6, 6/1, 6/2 e 6/4.

Já o espanhol Nicolas Almagro decepcionou na estreia. Cabeça de chave número 11, ele levou uma virada incrível do polonês Lukasz Kubot, 122.º do ranking, e foi derrotado por 3 sets a 2, parciais de 3/6, 2/6, 7/6 (7/3), 7/6 (7/5) e 6/4.

Também avançaram nesta terça o austríaco Andreas Haider-Maurer, o alemão Florian Mayer, o argentino Juan Ignacio Chela, o holandês Robin Haase e o francês Arnaud Clement.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.