Nadal vai às quartas na Austrália; Murray é eliminado

Número 1 agora encara Simon, número 8, que foi derrotado em dois dos três jogos entre os dois

AE, Agencia Estado

26 de janeiro de 2009 | 09h32

O espanhol Rafael Nadal, número 1 do mundo, não tomou o melhor conhecimento do chileno Fernando González e avançou com tranquilidade para as quartas-de-final do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano. Em 1 hora e 55 minutos, Nadal marcou 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 6/4, e vai enfrentar na próxima fase o francês Gilles Simon.Veja também:Verdasco surpreende Murray e passa às quartas na AustráliaLesão de rival faz Serena avançar em Melbourne "Estou feliz pela maneira como joguei, uma atuação bem sólida da linha de fundo, bons golpes de direita e de esquerda. Acho que vou progredindo à medida em que o torneio avança", analisou Nadal, que começou o jogo de forma arrasadora, com duas quebras nos três primeiros games, e permitindo a González apenas um ponto.Seu próximo adversário também não precisou se cansar muito. Simon vencia o duelo francês contra Gael Monfils por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 2/6 e 6/1, quando o adversário abandonou a partida com dores no pulso direito. "Você nunca quer vencer assim, especialmente contra um amigo como Gael, mas agora tenho de pensar nas quartas-de-final", disse Simon, número 8 do mundo e derrotado em dois dos três jogos que fez contra Nadal.A grande surpresa do dia foi a eliminação do britânico Andy Murray, quarto do ranking mundial e apontado como um dos favoritos ao título, ao lado de Nadal, Roger Federer e Novak Djokovic. Ele foi batido pelo espanhol Fernando Verdasco, 14º do mundo, que marcou 3 sets a 2, com parciais de 2/6, 6/1, 1/6, 6/3 e 6/4. Murray vinha de um excelente início de ano, com título em Doha e vitórias sobre Nadal e Federer no torneio de exibição de Abu Dabi.Contra Verdasco, Murray tinha um retrospecto de cinco vitórias em cinco jogos em torneios da ATP - só havia perdido uma vez, em 2003, num challenger. "Eu estava me sentindo em forma e confiante, e só tentei encaixar meu jogo", disse o espanhol, após mais de três horas de partida. "Tem dias em que só se pode reconhecer que o adversário jogou melhor", admitiu Murray.Nas quartas, Verdasco terá pela frente o francês Jo-Wilfried Tsonga, vice-campeão do Aberto da Austrália do ano passado e um dos favoritos da torcida, que nesta segunda-feira fechou o dia em Melbourne com a vitória por 3 sets a 0 sobre o norte-americano James Blake, com parciais de 6/4, 6/4 e 7/6 (7/3).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.