Eduardo Munoz/Reuters - 10/9/2011
Eduardo Munoz/Reuters - 10/9/2011

Nadal vence Murray e faz final nesta segunda com Djokovic no US Open

Espanhol bate britânico por 3 sets a 1 e decide torneio americano na segunda-feira

Agência Estado

10 de setembro de 2011 | 22h25

NOVA YORK - O espanhol Rafael Nadal confirmou o seu favoritismo e garantiu vaga na final do US Open, neste sábado, ao vencer o britânico Andy Murray por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 6/2, 3/6 e 6/2. Com o resultado, o tenista número 2 do mundo vai enfrentar o líder do ranking da ATP, Novak Djokovic, na final da próxima segunda-feira. Também neste sábado, o sérvio garantiu vaga na decisão ao bater o suíço Roger Federer por 3 sets a 2.

Com o triunfo sobre Murray, Nadal buscará o seu segundo título de Grand Slam nesta temporada, depois de ter sido campeão de Roland Garros, em Paris, onde também bateu o tenista da Grã-Bretanha na semifinal. A vitória deste sábado aumentou ainda a larga vantagem que o espanhol tem sobre o britânico no retrospecto do duelo entre os dois. Agora ele ostenta 13 vitórias e 4 derrotas diante do rival, que só neste ano já perdeu outras três partidas para Nadal.

Na segunda-feira, o espanhol reedita a decisão do US Open de 2010, quando levou a melhor sobre Djokovic. O sérvio, porém, vive temporada fantástica em 2011 e derrotou o espanhol na final de Wimbledon deste ano.

Para superar Murray mais uma vez, Nadal se mostrou muito mais eficiente do que o adversário. Ele venceu 72% dos pontos que disputou quando utilizou o seu primeiro serviço e aproveitou seis das 18 chances que teve de quebrar o saque do rival, que só converteu dois de dez break-points. O britânico ainda abusou dos erros não-forçados, com 55 ao total, contra apenas 23 do espanhol. O fato acabou suplantando o maior número de winners de Murray (44 a 31).

FEMININO

A australiana Samantha Stosur assegurou vaga na final feminina do US Open, sábado, ao vencer a alemã Angelique Kerber por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/2. Com isso, a tenista da Austrália agora espera pela definição da ganhadora do confronto entre a norte-americana Serena Williams e a dinamarquesa Caroline Wozniacki, que fazem a outra semifinal.

Vice-campeã de Roland Garros no ano passado, Stosur chega pela segunda vez à final de um Grand Slam. Nos Estados Unidos, ela tentará conquistar o título na condição de nona cabeça de chave da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.