Nadal vira e é campeão em Madri

O tenista espanhol Rafael Nadal provou neste domingo porque é considerado o maior nome do tênis mundial da atualidade, ao lado do suíço Roger Federer. Depois de estar perdendo por 2 sets a 0, o espanhol reagiu; virou em cima do croata Ivan Ljubicic para 3 a 2 de forma espetacular, e conquistou o título do Masters Series de Madri pela primeira vez na carreira. Classificado para a Copa do Mundo - torneio que no final do ano reúne os 8 melhores da temporada - Nadal já havia vencido os masters de Monte Carlo, Roma e Montreal. De quebra ainda chegou em segundo no de Miami. Com a vitória deste domingo, o tenista de 19 anos igualou o recorde de Federer - que conquistou quatro títulos na série Masters este ano. Este foi ainda o seu 11º título de simples no ano. Ljubicic - que vinha de 16 vitórias e dois títulos consecutivos (Metz e Viena) - começou muito melhor e abriu dois a zero com surpreendente facilidade: 6/2 e 6/3. Nadal, no entanto, não se entregou e ganhou os dois sets seguintes - 6/3 e 6/4. No quinto set - decidido apenas no tie-break - o espanhol foi mais eficiente e fechou o jogo com 7/6 (7-3). A partida teve 3h51 minutos de duração. Nadal marcou 32 aces (saques sem defesa) e 87 golpes vencedores. Depois, recebeu um cheque de 378 mil euros (R$ 1,017 milhão). ?Devo 80% desta vitória à torcida?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.