William West / AFP
William West / AFP

Nadal volta a sentir dores na perna e desiste de jogar em Acapulco

Espanhol anunciou sua desistência poucas horas antes da partida contra o compatriota Feliciano López

O Estado de S.Paulo

27 de fevereiro de 2018 | 22h08

A bruxa anda solta para o espanhol Rafael Nadal neste início de temporada. O atual número 2 do mundo faria a sua estreia nesta terça-feira no Torneio de Acapulco, um ATP 500 em quadras duras no México, mas teve que anunciar a sua desistência poucas horas antes da partida contra o compatriota Feliciano López por ainda sentir dores na perna direita, as mesmas que o fez desistir no meio do Aberto da Austrália, em janeiro.

+ Favorito, Dimitrov é surpreendido e cai para tunisiano na estreia em Dubai

"Minha meta era jogar este torneio, mas infelizmente ontem (segunda-feira), na minha última sessão de treinos, senti uma dor aguda na minha perna novamente", explicou Rafael Nadal, em um comunicado oficial, para justificar a sua desistência da competição mexicana.

Dono de dois hotéis em Cozumel, o tenista espanhol desembarcou no México no último dia 19 para se preparar melhor para a sequência de três torneios na América do Norte - ATP 500 de Acapulco e os Masters 1000 de Indian Wells e Miami, ambos nos Estados Unidos.

Agora, Rafael Nadal fará novos exames médicos ainda em Acapulco para ver a gravidade da lesão e decidir se irá disputar o Masters 1000 de Indian Wells, que começará no dia 8 de março.

No México, o espanhol defendia 300 pontos nesta semana por ter sido vice-campeão em 2017. Com a desistência, verá a distância para o suíço Roger Federer, líder do ranking, subir um pouco mais, chegando perto de 600 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.