Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Nalbandian abandona, e Nadal avança à semifinal em Barcelona

Argentino sentiu uma lesão no quadril e não enfrenta o número 1 do mundo nas quartas-de-final do Masters 500

Redação,

23 de abril de 2009 | 15h10

A fase do argentino David Nalbandian não é mesmo nada boa. Ainda sem brilhar em 2009, o número 15 do ranking da ATP está fora do Torneio de Barcelona, devido a uma lesão no quadril, que o persegue há semanas. Com o corte, ele deixa caminho livre para o anfitrião Rafael Nadal que, sem jogar, já está na semifinal do Masters 500.

 

Veja também:

linkNadal massacra belga e avança às quartas em Barcelona

linkFerrer e Robredo agendam duelo espanhol em Barcelona

linkCheco Radek Stepanek teve trabalho para vencer no Masters 500

 

Na manhã desta quinta-feira, Nalbandian se classificou à próxima fase do torneio ao bater sem dificuldade o espanhol Nicolas Almagro por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4.

 

"Há algumas semanas, Nalbandian vem sofrendo com uma lesão no quadril. Começou o torneio com dores, que foram piorando com os jogos. Atualmente, ele não tem condições de disputar uma partida intensa como a das quartas-de-final", disse o médico espanhol Angel Ruiz-Cotorro.

 

Para Albert Costa, diretor esportivo do torneio, o abandono é uma notícia triste para a competição. "É um jogador de muita qualidade. A partida com Nadal seria ótima e tinha gerado uma grande expectativa, mas sabemos que estas coisas acontecem", afirmou.

 

O retrospecto de Nalbandian contra Nadal em Masters é considerado raro, um dos melhores do ranking da ATP. O argentino tem duas vitórias (em Paris e Madri, ambas em 2007) e apenas uma derrota, justamente a última, neste ano, na segunda rodada de Indian Wells, depois de salvar cinco match points no segundo set.

O espanhol Rafael Nadal tenta o quinto título consecutivo no Torneio de Barcelona. A última derrota do espanhol no saibro catalão foi em 2003, quando perdeu para o Alex Corretja. Desde então, são 22 vitórias seguidas.

 

(com agência EFE)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.