Nalbandian bate Djokovic e chega à final em Madri

O argentino foi mais eficiente que o sérvio e derrotou o rival por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/4)

20 de outubro de 2007 | 12h00

O argentino David Nalbandian mostrou neste sábado a vitória sobre o espanhol Rafael Nadal nas quartas-de-final não foi um acidente, pois neste domingo, bateu o favorito Novak Djokovic por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/4), e conseguiu uma surpreendente vaga na final do Masters Series de Madri. Conhecido por ser muito eficiente nas devoluções, Nalbandian utilizou bem este recurso contra o tenista sérvio, vencendo 50% dos pontos na recepção do serviço do rival, que errou diversos primeiros saques. Com isso, o argentino conseguiu uma quebra no quinto game e só administrou o resultado até fechar em 6/4.  Já no segundo set, o golpe de devolução de Nalbandian parou de funcionar, e o jogo foi muito disputado, tanto que teve de ser decidido no tie break. Este fato favorecia Djokovic, que mesmo jovem, tem como marca registrada a calma em momentos decisivos. Porém, o que se viu na quadra central de Madrid foi o contrário. O Sérvio não foi bem nos pontos chave e deixou o argentino impor seu jogo. Aliás, só para se ter uma idéia, Nalbandian terminou a partida com 26 winners contra apenas 18 de Djokovic. Agora, o argentino espera seu adversário na final, que sairá do duelo entre o suíço Roger Federer e o alemão Nicolas Kiefer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.