Nalbandian sofre, mas vence em estreia no Brasil Open

Um dos favoritos ao título do Brasil Open, David Nalbandian sofreu nesta quarta-feira, mas conseguiu vencer em sua estreia na chave de simples. O argentino precisou de 2h21min e três sets para superar o chileno Jorge Aguilar, atual número 191 do ranking, por 7/5, 5/7 e 6/3.

AE, Agência Estado

13 de fevereiro de 2013 | 20h13

Ex-número três do mundo, Nalbandian chegou a levar 4/0 no primeiro set antes de iniciar forte reação e fazer 5/4 e 7/5. Aguilar, que furou o qualificatório, respondeu no segundo set e empatou o duelo. O argentino, então, conseguiu se impor logo no início do terceiro set e faturou a quebra de saque que encaminhou sua vitória na partida.

Nas oitavas de final, Nalbandian vai enfrentar seu compatriota Guido Pella, que eliminou o italiano Fabio Fognini na terça-feira. Se confirmar o favoritismo, o experiente tenista poderá cruzar com o espanhol Nicolas Almagro, segundo cabeça de chave.

Nalbandian voltará à quadra do Ginásio do Ibirapuera ainda nesta noite para seu segundo jogo de duplas na competição. Ao lado de Rafael Nadal, grande estrela do torneio, ele vai enfrentar o austríaco Oliver Marach e o argentino Horacio Zeballos. Na estreia, Nalbandian e Nadal derrotaram os espanhóis Pablo Andujar e Guillermo Garcia-Lopez.

Antes de entrar em quadra para o jogo de duplas, Zeballos fez sua estreia na chave de simples. E abandonou o duelo no terceiro set, diante do chileno Paul Capdeville. O argentino perdia por 6/7 (5/7), 6/0 e 3/0.

Zeballos vinha de grande conquista no Torneio de Viña del Mar. Em solo chileno, o argentino não apenas faturou seu primeiro título de nível ATP como venceu na final Rafael Nadal, que voltava ao circuito após ficar afastado por sete meses. Como novo status, Zeballos não conseguiu repetir o bom desempenho em São Paulo, nesta semana.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisBrasil OpenNalbandian

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.