Nastase admite que 'perdeu a cabeça', mas critica punição da ITF

Romeno xinga integrantes da equipe da Grã-Bretanha e o árbitro do confronto

O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2017 | 16h30

O ex-tenista romeno Ilie Nastase admitiu nesta segunda-feira que "perdeu a cabeça" no sábado ao xingar integrantes da equipe da Grã-Bretanha e o árbitro do confronto entre a Romênia e as britânicas, pela repescagem do Grupo Mundial II, na cidade romena de Constanta. Mas, para o ex-atleta de 70 anos, a punição aplicada pela Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) foi desproporcional.

"Sim, eu perdi a cabeça", declarou Nastase, em entrevista à agência de notícias Associated Press. O descontrole durante a britânica Johanna Konta e a local Sorana Cirstea, que chegou a causar a interrupção da partida, causou uma suspensão provisória a Nastase em todos os eventos organizados pela ITF, incluindo os torneios de Grand Slam.

A punição vai atrapalhar mais diretamente Nastase na Fed Cup. O romeno é o capitão do seu país na competição. E, ao vencer a Grã-Bretanha por 3 a 2 no domingo, o time romeno se garantiu na chave do Grupo Mundial II, espécie de segunda divisão do torneio entre países. Se a punição virar definitiva, Nastase não poderá liderar a equipe no próximo confronto da Romênia. "A punição é algo louco, louco", criticou o romeno.

Nastase também questionou as críticas de racismo contra seu comentário sobre Serena Williams. No fim de semana, o romeno afirmou que o filho que a tenista espera seria "chocolate com leite". "Eu gostaria de saber qual palavra racista eu usei?", declarou o romeno, acrescentando que é amigo da tenista. Mas, há duas semanas, ele criticou a norte-americana ao afirmar que ela se dopa para obter seus resultados no circuito.

No sábado, o ex-tenista também foi acusado de insultar a jornalista Eleanor Crooks. Ele a chamou de "estúpida" por causa de matéria publicada por ela na qual transcrevia declarações de Nastase sobre Serena Williams.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.