Kena Betancur/AFP
Kena Betancur/AFP

Nishikori bate Cilic em 4 horas e pode pegar Djokovic na semifinal do US Open

Japonês vence croata nos Estados Unidos por 3 sets a 2, com parciais de 2/6, 6/4, 7/6 (7/5), 4/6 e 6/4

Estadão Conteúdo

05 Setembro 2018 | 19h20

O japonês Kei Nishikori garantiu vaga nas semifinais do US Open nesta quarta-feira. Em um confronto bastante equilibrado diante do croata Marin Cilic, o cabeça de chave número 21 surpreendeu o sétimo favorito do Grand Slam norte-americano ao vencer por 3 sets a 2, com parciais de 2/6, 6/4, 7/6 (7/5), 4/6 e 6/4.

Foram necessárias quatro horas e oito minutos de partida, mas Nishikori manteve o histórico de bons resultados em Nova York. Afinal, esta é a terceira vez que ele alcança as semifinais de um torneio de Grand Slam, sendo que as duas anteriores já haviam acontecido nos Estados Unidos.

O duelo desta quarta, aliás, foi uma revanche para Nishikori, que em sua melhor campanha da carreira em um torneio de Grand Slam havia sido derrotado por Cilic na decisão do US Open em 2014. Dois anos depois, ele voltou às semifinais, mas caiu diante do futuro campeão Stan Wawrinka.

Contra Cilic, Nishikori levou a melhor em um confronto de estilos bem diferentes. O jogo de fundo de quadra do japonês levou ligeira vantagem sobre a potência nos saques e nos golpes do croata.

No início, no entanto, foi Cilic quem começou melhor e passeou para fechar o primeiro set. Nishikori respondeu e venceu duas equilibradas parciais na sequência. Mas quando o jogo parecia nas mãos do japonês, o croata se recuperou e deixou tudo igual mais uma vez.

O set de desempate, então, foi bastante equilibrado e se encaminhou com uma quebra para cada lado até o décimo game. Foi aí que Nishikori atacou o serviço de Cilic e aproveitou-se dos erros do adversário para confirmar o break point e fechar a partida.

Agora, Nishikori pode ter pela frente nas semifinais o sérvio Novak Djokovic. Na última partida das quartas, o sérvio, bicampeão em Nova York, encara ainda nesta quarta a surpresa australiana John Millman, número 55 do mundo e que eliminou Roger Federer nas oitavas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.