Josep Lago/AFP
Josep Lago/AFP

Nishikori ganha com facilidade em Barcelona e avança à decisão

Soares e Peya caem na chave de duplas por 6/7 (5/7), 6/4 e 12/10

Estadão Conteúdo

25 de abril de 2015 | 12h33

Atualizado às 19h

O japonês Kei Nishikori segue mostrando por que é o principal favorito ao título do Torneio de Barcelona, na Espanha. Neste sábado, ele comprovou esta condição nas semifinais, ao passar com extrema tranquilidade pelo eslovaco Martin Klizan por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em somente 1h17min de partida.

Nishikori busca seu nono título na carreira, sendo o terceiro em nível ATP 500. Além de ser o cabeça de chave número 1, o japonês contou com a eliminação precoce de Rafael Nadal para chegar à decisão com todo o favoritismo. Passar por Klizan, 14.º cabeça de chave e número 28 do mundo, não foi tarefa complicada para o japonês.

No primeiro set, Nishikori foi preciso. Ele confirmou as duas oportunidades de quebra que teve e salvou os seis break points que cedeu ao rival. A segunda parcial, por sua vez, foi bem mais tranquila. O japonês não cedeu nenhuma oportunidade de quebra a Klizan e confirmou duas das oito que teve.

OUTRO FINALISTA

O espanhol Pablo Andújar está fazendo o torneio de sua vida nesta semana. Um dia depois da grande partida diante do italiano Fabio Fognini nas quartas de final, o tenista da casa conseguiu mais uma boa apresentação no ATP 500 de Barcelona: derrubou o cabeça 2 e número 8 do mundo David Ferrer com a vitória por 2 sets a 0 - com parciais de 7/6 (8/6) e 6/3, em 1 hora e 45 minutos de partida.

Tanto está jogando a melhor semana de sua carreira profissional que Pablo Andújar fará neste domingo a sua primeira final de um torneio ATP 500. Ela será contra o japonês Kei Nishikori, atual número 5 do mundo. Em três jogos anteriores, o tenista oriental venceu dois deles, sendo que o espanhol venceu o único duelo no saibro em Madri há dois anos.

Atual 66.º colocado do ranking mundial da ATP, o espanhol, que já chegou a ser o 33.º do mundo, já foi duas vezes campeão do ATP 250 de Casablanca (Marrocos) e uma em Gstaad (Suíça), além de dois vices em Bucareste (Romênia) e um em Stuttgart (Alemanha). Nishikori tem oito títulos na carreira, sendo dois de nível 500, incluindo um na edição passada de Barcelona.

DUPLAS

Na chave de duplas, o brasileiro Bruno Soares perdeu a chance de faturar a competição. Ele e o austríaco Alexander Peya, cabeças de chave número 4, caíram diante do croata Marin Draganja e do finlandês Henri Kontinen por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (5/7), 6/4 e 12/10.

O duelo foi extremamente equilibrado e decidido somente no super tie-break. Com a vitória, Draganja e Kontinen duelarão na decisão com os vencedores do jogo de Jamie Murray, da Grã-Bretanha, e John Peers, da Austrália, diante de Martin Klizan, da Eslováquia, e Al Sam-Ul-Haq Qureshi, da Argélia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.