Andy Brownbill/AP
Andy Brownbill/AP

Nishikori leva 59 aces, mas derrota Karlovic em cinco sets no Aberto da Austrália

Japonês teve dificuldades para passar pelo veterano de 39 anos

Redação, Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2019 | 10h25

Número nove do mundo, o japonês Kei Nishikori resistiu aos 59 aces do croata Ivo Karlovic, o 73º colocado no ranking da ATP, para derrotar o veterano, de 39 anos, por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 7/6 (8/6), 5/7, 5/7 e 7/6 (10/7), avançando, nesta quinta-feira, à terceira rodada do Aberto da Austrália.

Nishikori não vem encontrando facilidades nesta edição do primeiro Grand Slam da temporada. O japonês havia perdido os dois primeiros sets da sua partida de estreia em Melbourne e dessa vez permitiu que Karlovic voltasse para o jogo após estar perdendo por 2 a 0.

Já no super tie-break do quinto set, Nishikori chegou a abrir 4/1, mas viu Karlovic virar para 7/6, antes de o japonês retomar a liderança de modo definitivo contra o croata, que já havia feito história nesta edição do Aberto da Austrália.

Afinal, Karlovic se tornou o homem mais velho a vencer uma partida no Aberto da Austrália desde Ken Rosewall em 1978. Além disso, quando ele ganhou na primeira rodada, se tornou o mais veterano a triunfar em simples em um Grand Slam desde que Jimmy Connors alcançou o segunda rodada no US Open em 1992, aos 40 anos.

O próximo adversário de Nishikori será o português João Sousa (44º colocado no ranking), que derrotou o alemão Philipp Kohlschreiber (32º) por 7/5, 4/6, 7/6(7/4), 5/7 e 6/4.

Dominic Thiem, o número 8 do mundo, deixou o primeiro Grand Slam da temporada ao abandonar o duelo com o australiano Alexei Popyrin quando perdia para o 149º colocado no ranking por 7/5, 6/4 e 2/0. Na terceira rodada, o jovem local, de 19 anos, terá pela frente o francês Lucas Pouille.

Em um grande duelo nesta quinta-feira, o canadense Milos Raonic, o número 17 do mundo, avançou em Melbourne ao superar o suíço Stan Wawrinka, campeão do evento em 2014 e 59º colocado no ranking, por 3 sets a 1, com parciais de 6/7 (4/7), 7/6 (8/6), 7/6 (13/11) e 7/6 7/5. Raonic disparou 39 aces em um duelo que durou 4 horas e 2 minutos.

Semifinalista do Aberto da Austrália no ano passado, o sul-coreano Hyeon Chung (25º) foi eliminado logo na segunda rodada da edição de 2019 do evento ao perder para o francês por Pierre-Hugues Herbert (55º) por 6/2, 1/6, 6/2 e 6/4, que será o próximo rival de Raonic em Melbourne.

Número 12 do mundo, o croata Borna Coric superou sem sustos o húngaro Marton Fucsovics, 38° colocado do ranking, por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/3 e 6/4. Seu adversário no confronto por uma vaga nas oitavas de final vai ser o sérvio Filip Krajinovic, o número 93 do mundo.

O italiano Fabio Fognini, o número 13 do mundo, derrotou o argentino Leonardo Mayer, 53° colocado no ranking, por 7/6 (7/3), 6/3 e 7/6 (7/5). O seu próximo oponente vai ser o espanhol Pablo Carreno Busta (23º).

Também nesta quinta-feira, o russo Daniil Medvedev, o número 19 do mundo, derrotou o norte-americano Ryan Harrison (83º) e agora duelará com o belga David Goffin na terceira rodada. O canadense Denis Shapovalov e o australiano Alex Bolt também avançaram para a terceira rodada do Aberto da Austrália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.