Geoff Burke/USA Today
Geoff Burke/USA Today

Nishikori surpreende Federer e pegará Djokovic nos EUA

De virada, tenista japonês bate ex-número 1 do mundo e está na semifinal

Agência Estado

27 de março de 2014 | 01h09

MIAMI - Em jogo encerrado no início da madrugada desta quinta-feira (no horário de Brasília), o japonês Kei Nishikori surpreendeu Roger Federer com uma vitória por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 7/5 e 6/4, e avançou à semifinal do Masters 1000 de Miami. Assim, o tenista asiático evitou um esperado novo confronto entre o suíço e Novak Djokovic nas semifinais de mais um torneio de peso nos Estados Unidos - há menos de duas semanas, o sérvio bateu o rival na decisão de Indian Wells.

Embora sua vitória tenha sido considerada surpreendente, esse foi o segundo triunfo de Nishikori em três confrontos diante de Federer. No ano passado, o japonês já havia derrotado o suíço no Masters 1000 de Madri, depois de anteriormente ter sido arrasado pelo recordista de títulos de Grand Slam no Torneio da Basileia de 2011.

Com a nova vitória, Nishikori irá encarar Djokovic também na condição de azarão. Porém, assim como aconteceu antes de pegar Federer, o japonês chegará a este duelo exibindo igualdade no retrospecto de embates com o sérvio, que arrasou o adversário na edição de 2010 de Roland Garros, antes de cair diante do rival na semifinal do Torneio de Basileia de 2011.

Novamente em grande fase, Federer parecia que iria encaminhar um triunfo com tranquilidade ao aproveitar duas de cinco chances de quebrar o saque do japonês, confirmar todos os seus serviços e fechar o primeiro set em 6/3.

A partir da segunda parcial, porém, o atual 21º colocado do ranking mundial começou a reagir. Mesmo tendo o saque quebrado por duas vezes, compensou o fato convertendo três de seis break points para fazer 7/5 e empatar o confronto.

No derradeiro set, Nishikori sacou bem e não ofereceu nenhuma chance de quebra a Federer, que acabou sucumbindo quando sacava pressionado em desvantagem de 5/4. De cara, o japonês conseguiu três match points. O suíço salvou dois deles, mas no terceiro o japonês encaixou um lindo golpe do fundo de quadra para liquidar o confronto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.