Saeed Khan/AFP
Saeed Khan/AFP

Nova campeã do Aberto da Austrália, Sofia Kenin destaca sua coragem na decisão

Aos 21 anos, norte-americana consegue bater favorita Garbiñe Muguruza de virada com parciais de 4/6, 6/2 e 6/2

Redação, Estadão Conteúdo

01 de fevereiro de 2020 | 11h20

A nova campeã do Aberto da Austrália, a americana Sofia Kenin, teve um dia para nunca mais esquecer em Melbourne. Disputando a decisão do primeiro Grand Slam do ano contra uma jogadora muito mais experiente, a espanhola Garbiñe Muguruza, ela saiu atrás no placar e conseguiu encontrar forças para elevar o nível de seu jogo e virar a partida, vencida com parciais de 4/6, 6/2 e 6/2.

Kenin acredita que a palavra-chave para definir a sua surpreendente vitória é coragem. Assim como havia feito na semifinal, em que derrotou a australiana Ashleigh Barty, número um do mundo, a americana de 21 anos mostrou neste sábado muita garra e poder de concentração para enfrentar uma adversária mais famosa e condecorada.

"Eu sabia que tinha de aproveitar as minhas oportunidades e ter coragem para jogar contra uma vencedora de dois Grand Slams", disse Kenin, referindo-se aos títulos de Roland Garros (2016) e Wimbledon (2017) conquistados por Muguruza. "Ela fez um jogo muito duro, então merece todo o respeito. Cada ponto foi uma batalha."

Nascida na Rússia - ela mudou-se com a família para os Estados Unidos com poucos meses de vida -, Kenin viveu em Melbourne as duas melhores semanas de sua carreira. Até então, o mais longe que ela havia chegado em um Grand Slam tinha sido a fase de oitavas de final em Roland Garros, no ano passado. A jogadora, feliz da vida, disse que tudo o que ocorreu no Aberto da Austrália foi resultado de muito esforço.

"Estas duas semanas foram incríveis, foram muitas emoções. Estou muito orgulhosa de mim, do meu pai e da minha equipe porque trabalhamos muito duro", comentou Kenin. O pai da tenista, o russo Alex Kenin, é também seu treinador.

Na opinião de Sofia Kenin, o momento mais importante da decisão foi o quinto game do terceiro set. Com 2 a 2 no placar, ela tinha o saque e se viu perdendo por 0/40 - ter o serviço quebrado naquele momento poderia ter sido fatal. A americana, então, conseguiu cinco bolas vencedoras seguidas e, com isso, desestabilizou Muguruza, que não venceu mais nenhum game até o fim do jogo.

"Eu me lembro perfeitamente daquele game. Tive de jogar meu melhor tênis e depois daquilo eu embalei."

Com a vitória, Kenin vai aparecer na segunda-feira pela primeira vez entre as dez primeiras posições do ranking da WTA - ela será a sétima colocada. Com isso, vai desbancar a supercampeã Serena Williams do posto de tenista número um dos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.