Novak Djokovic atropela Rafael Nadal e conquista o tetra em Miami

Líderes do ranking realizam 40° confronto na carreira, com vantagem de Nadal

O Estado de S. Paulo

30 de março de 2014 | 17h34

MIAMI - Com surpreendente facilidade, Novak Djokovic venceu Rafael Nadal por 2 sets a 0, com duplo 6/3, neste domingo, e faturou o título do Masters 1000 de Miami. O sérvio e espanhol chegaram descansados à decisão realizada nesta tarde, pois acabaram contando com desistências de seus respectivos adversários por causa de problemas físicos e sequer precisaram entrar em quadra nas semifinais.

Neste contexto, Djokovic levou a melhor para faturar pela quarta vez essa competição realizada nos Estados Unidos, onde também ficou a taça nos anos de 2007, 2011 e 2012. O triunfo também confirma o bom momento vivido pelo vice-líder do ranking mundial, que neste domingo superou o atual número 1 do tênis pelo terceiro jogo consecutivo e há duas semanas havia conquistado o título do Masters 1000 de Indian Wells, outro torneio de peso em solo norte-americano.

Esse foi o 43º título de simples de Djokovic, que precisou de apenas uma hora e 23 minutos para bater Nadal neste domingo. No primeiro set, ao aproveitar a única chance de quebra de saque cedida pelo espanhol na parcial, abriu vantagem e confirmou os seus serviços para fazer 6/3.

Já no segundo set, desta vez sem proporcionar nenhuma oportunidade de quebra ao adversário, o sérvio foi feliz novamente ao converter dois de três break points para repetir o 6/3 que liquidou o confronto.

Soberano com o saque na mão, Djokovic cedeu apenas um break point a Nadal em todo jogo e ganhou 85% dos pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro serviço, além de ter contabilizado cinco aces.

Atuando desta forma, Djokovic conquistou neste domingo a sua 18ª vitória em 40 duelos com o espanhol, que ainda tem boa vantagem no retrospecto com os seus 22 triunfos sobre o sérvio. No ano passado, o vice-líder do ranking mundial derrotou Nadal em outras duas decisões. Primeiro no Torneio de Pequim e depois no ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada, em Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.