AP/Alexandra Panagiotidou
AP/Alexandra Panagiotidou

Djokovic sofre para derrotar argentino e está nas semis em Doha

Sérvio pega agora Tomas Berdych no ATP que abre a temporada

Estadão Conteúdo

07 de janeiro de 2016 | 18h45

Foi mais difícil do que se esperava, mas o sérvio Novak Djokovic conseguiu nesta quinta-feira a sua classificação às semifinais do Torneio de Doha, no Catar, um ATP 250 que abre a temporada de 2016 do tênis e serve de preparação para o Aberto da Austrália - primeiro Grand Slam do ano que começará no próximo dia 18. Em 1 hora e 33 minutos, o atual número 1 do mundo bateu o argentino Leonardo Mayer, 35.º colocado do ranking, por 2 sets a 0 (parciais de 6/3 e 7/5), mas teve dificuldades.

Em 2015, Djokovic jogou 16 torneios e chegou a 15 finais (ganhou 10 e perdeu 5). A única competição na qual não atingiu a decisão foi justamente o Torneio de Doha, em que perdeu nas quartas de final. Nesta temporada, já avançou desta fase e na semifinal terá pela frente o checo Tomas Berdych, que facilmente ganhou do britânico Kyle Edmund por 6/3 e 6/2.

Nesta edição do torneio no Catar, Djokovic ainda não perdeu sets, mas quase isso aconteceu nesta quinta-feira. No primeiro, saiu perdendo por 2/0 e conseguiu devolver na sequência, mas teve de salvar alguns break points antes de dominar de vez a parcial e ganhar por 6/3.

No segundo set, Leonardo Mayer ganhou confiança e conseguiu logo uma quebra de serviço. Manteve o seu até sacar em 5/3, mas aí o nervosismo falou mais alto. O argentino jogou dois "smashs" na rede, se descontrolou e Djokovic não perdoou. Empatou a partida e depois fechou sem dificuldades em 7/5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.