Andrew Brownbill/AP
Andrew Brownbill/AP

Novak Djokovic vence e vai às oitavas de final em Melbourne

Sérvio desta vez venceu o usbeque Denis Istomin com parciais de 6/3, 6/3 e 7/5

Agência Estado

17 de janeiro de 2014 | 11h29

MELBOURNE - Atual tricampeão do Aberto da Austrália e em busca de seu quinto título no Grand Slam realizado em Melbourne, Novak Djokovic segue em rota suave nesta edição do primeiro grande torneio da temporada. Ainda sem perder sets até aqui na competição, o sérvio desta vez venceu o usbeque Denis Istomin com parciais de 6/3, 6/3 e 7/5 para ir às oitavas de final.

Vice-líder do ranking mundial, Djokovic só teve maiores problemas para confirmar o seu favoritismo nesta sexta-feira no terceiro set, no qual chegou a ter o saque quebrado quando servia para fechar o jogo.

Antes disso, o sérvio precisou de apenas 31 minutos para ganhar o primeiro set, no qual aproveitou os dois break points cedidos por Istomin para fazer 6/3. Na segunda parcial, com uma quebra em apenas um break point cedido pelo usbeque, ele repetiu o 6/3.

Na derradeira parcial, Djokovic voltou a conseguir uma quebra e parecia que fecharia o jogo sem qualquer susto, mas vacilou ao cometer uma dupla falta e depois foi superado com o seu serviço no décimo game. Logo em seguida, porém, o sérvio devolveu a quebra e na sequência sacou para fazer 7/5.

O próximo rival de Djokovic será o italiano Fabio Fognini, 15º cabeça de chave, que nesta sexta derrotou o norte-americano Sam Querrey por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/4 e 6/4. O sérvio ganhou todos os seis duelos que travou até hoje com Fognini, 16º do ranking mundial, que pela primeira vez foi às oitavas de final do Aberto da Austrália.

Em outro jogo encerrado no final da programação de confrontos do dia em Melbourne, o espanhol Tommy Robredo também foi às oitavas de final ao bater o francês Richard Gasquet, nono pré-classificado, por 3 sets a 1, de virada, com 2/6, 7/5, 6/4 e 7/6 (8/6). Com isso, Robredo se credenciou para encarar na próxima fase o suíço Stanislas Wawrinka, que nesta sexta nem precisou jogar para avançar ao contar com a desistência do canadense Vasek Pospisil, lesionado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.