Kelly Barnes / EFE
Kelly Barnes / EFE

Número 1 do mundo, Barty vence de virada e vai à final em Adelaide

Adversária da australiana será a ucraniana Dayana Yastremska, de apenas 19 anos

Redação, Estadão Conteúdo

17 de janeiro de 2020 | 09h37

Número 1 do mundo, a australiana Ash Barty precisou de uma virada nesta sexta-feira para derrotar a norte-americana Danielle Collins, a 27ª colocada no ranking da WTA, por 3/6, 6/1 e 7/6, pelas semifinais do Torneio de Adelaide, avançando à decisão.

Collins reclamou de dores nas costas durante o terceiro set e precisou receber atendimento médico, mas conseguiu terminar a partida. "Provavelmente foi o meu primeiro gosto real (neste ano) de adrenalina no final de um jogo. E é isso que estamos buscando, para tentar praticar as coisas da melhor maneira possível. Eu senti que fiz o que queria fazer bem hoje à noite", disse Barty.

Barty vai se encontrar na decisão deste sábado com a ucraniana Dayana Yastremska, de apenas 19 anos e número 24 do mundo, que passou pela bielo-russa Aryna Sabalenka, a 12ª colocada no ranking, por 6/4 e 7/6. A número 1 do mundo derrotou a tenista da Ucrânia no único encontro anterior entre elas, no ano passado, em Miami.

HOBART

Outro evento da WTA disputado nesta semana, na preparação para o Aberto da Austrália, o Torneio de Hobart também definiu suas finalistas nesta sextya-feira. A casaque Elena Rybakina (30ª) superou a britânica Heather Watson (101ª) por 6/3, 4/6 e 6/4, e agora duelará com a chinesa Shuai Zhang (40ª), que bateu a russa Veronika Kudermetova (42ª) por 6/3 e 6/4.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisAshleigh Barty

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.