Arquivo/AE
Arquivo/AE

Número 1 do mundo, Roger Federer é pai de gêmeas

Mirka Vavrine, mulher do suíço, deu à luz nesta sexta-feira; 'Este é o melhor dia de nossas vidas', disse o tenista

Agências internacionais

24 de julho de 2009 | 02h54

Mirka Vavrine, mulher do tenista suíço Roger Federer, deu à luz duas gêmeas no início da manhã desta sexta-feira, 24, segundo anunciou o próprio atleta, em seu site oficial. As meninas Charlene Riva e Myla Rose e a mãe passam bem.

 

"Este é o melhor dia de nossas vidas. Mirka, Charlene e Myla gozam de plena saúde", limitou-se a dizer Federer, em nota. Pouco depois da confirmação da notícia, centenas de fãs mandaram mensagens de afeto à família. Torcedores e jornalistas também cercaram o hospital em que Mirka deu à luz.

Aos 26 anos, Federer é vencedor de 15 torneios de Grand Slam - as quatro competições mais importantes do tênis - e, recentemente, voltou a ser número 1 do ranking da ATP, ao conquistar o torneio de Wimbledon.

Federer e Mirka conheceram-se durante a Olimpíada de Sydney, em 2000. Nascida na Eslováquia, ela mudou-se para a Suíça ainda na infância e tornou-se tenista profissional aos 20 anos, em 1998. Em 2002, deixou o circuito e passou a ser empresária do namorado. Ela e Federer casaram-se em abril deste ano. 

(atualizado às 10h01 para acréscimo de informação)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.