AFP
AFP

Número 2 no mundo, Simona Halep anuncia que não disputará o US Open

Ela é a sexta tenista entre as 10 primeiras colocadas no ranking a desistir da competição por causa do novo coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2020 | 11h30

O US Open, Grand Slam em Nova York que começará no próximo dia 31, não terá mais uma tenista Top 10 do ranking da WTA. Nesta segunda-feira, a romena Simona Halep, após muito suspense ao longo das últimas semanas, anunciou em suas redes sociais que não disputará o torneio devido aos riscos provocados pela pandemia do novo coronavírus. Assim, a número 2 do mundo é a sexta entre as 10 primeiras colocadas, incluindo a australiana Ashleigh Barty, a líder da lista, a desistir da competição.

"Depois de levar em consideração todos os fatores envolvidos e as circunstâncias excepcionais em que vivemos, decidi não viajar para Nova York para a disputa do US Open. Sempre disse que coloco minha saúde em primeiro plano e por isso prefiro ficar treinando na Europa. Sei que a USTA (Associação de Tênis dos Estados Unidos, na sigla em inglês) e a WTA trabalharam duro para fazer um evento seguro e desejo muito sucesso a todos", escreveu Halep em sua conta no Twitter.

A tenista romena tem uma semifinal como melhor resultado no US Open, alcançado em 2015, e tinha sido eliminada na segunda rodada no ano passado pela americana Taylor Townsend. Neste final de semana, foi campeã do Torneio de Praga, na República Checa, em sua primeira competição no retorno às quadras após a retomada da temporada. Agora deverá continuar focada na preparação para Roland Garros, Grand Slam disputado no saibro da França, no fim de setembro.

Atual campeã, a canadense Bianca Andreescu é outra que não estará em ação na edição deste ano do Grand Slam norte-americano. Sem jogar desde outubro, a sexta colocada do ranking preferiu focar a preparação física e garantir que retorne pronta para jogar no mais alto nível. As outras três tenistas Top 10 que desistiram são a russa Elina Svitolina (quinta colocada), a holandesa Kiki Bertens (sétima) e a suíça Belinda Bencic (oitava).

Até o momento as únicas Top 10 garantidas na chave principal do US Open são a checa Karolina Pliskova (terceira do mundo), as norte-americanas Sofia Kenin (quarta) e Serena Williams (nona) e a japonesa Naomi Osaka (10.ª).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.