Oposição exige a renúncia de Nastas

O presidente da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), Nelson Nastas, admitiu deixar a entidade em julho, convocando novas eleições, como a maneira de contornar a atual crise da Copa Davis. Mas, o grupo de oposição, liderado pela Federação Catarinense de Tênis, não concordou com a proposta e exige a renúncia de Nastas já. Os opositores veêm que essa seria a única maneira de convencer os jogadores a enfrentar o Paraguai, de 9 a 11 de abril. Numa reunião realizada nesta terça-feira, Nelson Nastas tentou essa cartada para colocar um fim no boicote na Copa Davis. Só que sua estratégia parece não ter dado certo pois nenhum dos jogadores se manifestou, nem mesmo chegou-se a uma solução. Nos próximos dias a CBT terá de anunciar o novo técnico da equipe da Copa Davis, como também os jogadores que devërão enfrentar Paraguai. O prazo máximo de inscrição é até o dia 30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.