Jewel Samad/AFP
Jewel Samad/AFP

Organização diz que Serena voltará às quadras no Torneio de Roma

Americana está afastada das quadras desde março, mas estará na disputa do torneio italiano

Redação, Estadão Conteúdo

03 de maio de 2019 | 12h34

Após um período afastada das quadras por causa de uma lesão, Serena Williams voltará a jogar no Torneio de Roma. O diretor do evento italiano, Sergio Palmieri, afirmou à agência de notícias The Associated Press, nesta sexta-feira, que conversou com o empresário da norte-americana e que a tenista "já reservou quartos e estará aqui alguns dias antes" da competição, marcada para o período de 13 a 19 de maio.

Serena não atua desde que abandonou o Torneio de Miami na terceira rodada, em março, por causa de uma lesão no joelho esquerdo. Ela não atua em Roma desde 2016, quando faturou o seu quarto título do evento italiano ao derrotar a compatriota Madison Keys na decisão.

Se a organização assegura a participação de Serena, a situação de Roger Federer ainda é uma incógnita. O astro suíço está previsto para disputar o Masters 1000 de Madri na próxima semana, como preparação para Roland Garros, que começará em 26 de maio.

É uma estratégia diferente da adotada por Federer, de 37 anos, nas duas temporadas anteriores, quando não participou dos eventos de saibro. "Federer está inscrito para jogar, o que é diferente dos dois últimos anos, quando ele se retirou com antecedência", disse Palmieri. "Então o fato de ele ter se inscrito significa ser possível que ele jogue. É impossível prever, no entanto. Conhecendo-o, é mais provável que ele venha apenas se estiver jogando bem".

Vice-campeão quatro vezes, Federer nunca foi campeão do Masters 1000 de Roma, sendo este um dos poucos eventos de peso do calendário que o astro suíço nunca venceu na sua gloriosa carreira.

"Jogar três torneios consecutivos no saibro em sua idade é complicado", ponderou o presidente da Federação Italiana de Tênis, Angelo Binaghi. "Mas eu acho que também depende de seus resultados em Madri."

Por enquanto, a chave masculina de Roma só registrou desistências de peso do sul-africano Kevin Anderson, o número 6 do mundo, e do canadense Milos Raonic, o 16º colocado no ranking da ATP, que estão lesionados. No evento feminino, a russa Maria Sharapova, que já foi três vezes campeã na Itália, não vai atuar em Roma por ainda estar em recuperação de uma lesão no ombro direito.

A federação italiana também confirmou que a norte-americana Venus Williams e a bielo-russa Victoria Azarenka receberam convites da organização, assim como a local Sara Errani. Já para o evento masculino, Matteo Berrettini, Andreas Seppi e Lorenzo Sonego foram chamados pela organização para o Masters 1000 italiano.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisSerena WilliamsItália [Europa]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.