Luiz Pires/Fotojump
Luiz Pires/Fotojump

Orlando Luz cai na semifinal de primeiro challenger da carreira

Em Santos, promessa é eliminada por belga com duplo 6/3

Estadão Conteúdo

25 de abril de 2015 | 17h45

Uma das promessas do tênis brasileiro, Orlando Luz disputa nesta semana o seu primeiro torneio de nível Challenger da ATP na carreira profissional. Neste sábado, em Santos, caiu na semifinal diante do belga Germain Gigounon por 2 sets a 0, com um duplo 6/3.

Em 1 hora e 14 minutos de partida, Orlandinho teve dificuldades no saque, especialmente o segundo serviço, com o qual venceu apenas oito pontos em 29 disputados. Vulnerável, o tenista gaúcho de apenas 17 anos acabou enfrentando 14 break points na partida e sofrendo três quebras.

Na final deste domingo, Germain Gigounon, atual número 251 do mundo, enfrenta o esloveno Blaz Rola, cabeça 2 e 112.º colocado do ranking mundial, que venceu o argentino Guido Pella, 163.º colocado, por 2 sets a 1 - com parciais de 6/3, 3/6 e 6/1.

Apesar da eliminação, Orlandinho comemora o salto no ranking da ATP. Número 2 do mundo como juvenil e atual 964.º colocado como profissional, ele soma 29 pontos que o farão ganhar mais de 300 posições e ficar perto do 620.º lugar. Na próxima semana, vai à capital paulista para disputar seu segundo challenger na carreira, nas quadras de saibro do Clube Paineiras do Morumby.

FEMININO

Paula Gonçalves também parou na semifinal neste sábado. No ITF de Dothan, no estado do Alabama, nos Estados Unidos, perdeu para a norte-americana Katerina Stewart por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/0. Mesmo assim, a tenista de 24 anos, atual número 287 do mundo, deverá ficar perto de seu melhor ranking da carreira (254.º lugar, em julho de 2014).

Tudo o que sabemos sobre:
tênisOrlando LuzPaula Gonçalves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.