Osasco derrota Praia Clube pela terceira vez e vai à final da Superliga Feminina

Time chega à sua 17.ª final de Superliga na história

Redação, Estadao Conteudo

07 de abril de 2017 | 21h54

O Osasco sobrou nas semifinais da Superliga Feminina de vôlei. Com autoridade, o time da Grande São Paulo derrotou nesta sexta-feira o Praia Clube, de Uberlândia (MG), por 3 sets a 1 - com parciais de 25/18, 23/25, 26/24 e 25/11 -, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), e avançou à grande decisão da competição nacional ao fechar a série melhor-de-cinco em incontestáveis 3 a 0.

Quarto lugar na última temporada, o Osasco conseguiu a reabilitação desta vez e chegou à sua 17.ª final de Superliga na história. O time paulista vai buscar o sexto título brasileiro no próximo dia 23, no jogo único a ser realizado na Arena da Berra, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. O adversário vai sair da semifinal entre Rio de Janeiro e Minas.

Nem mesmo o retorno da bicampeã olímpica Fabiana evitou a derrota do time de Uberlândia, atual vice-campeão nacional (perdeu para o Rio de Janeiro), que na série foi derrotado por 3 sets a 1 no primeiro jogo, em Osasco, e por 3 a 0 mesmo jogando em casa, no Triângulo Mineiro.

A vitória na série semifinal ampliou ainda mais o retrospecto positivo do Osasco na temporada. O time paulista jogou 14 partidas como mandante e não perdeu uma vez sequer. No confronto direto contra o Praia Clube em Osasco, só triunfos em 13 confrontos até aqui. Para completar, esta foi a 245.ª vitória do técnico Luizomar de Moura em exatos 300 jogos no comando da equipe.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSuperliga Feminina de Vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.