Christophe Simon/AFP
Christophe Simon/AFP

Ostapenko vence duelo de aniversariantes e vai à final em Roland Garros

Ostapenko é a primeira tenista que não era cabeça de chave a se classificar à final de Roland Garros desde 1983

Estadão Conteúdo

08 de junho de 2017 | 13h14

Em uma semifinal que envolveu duas aniversariantes nesta quinta-feira em Paris, Jelena Ostapenko teve mais o que comemorar. A letã de 20 anos e 47ª colocada no ranking da WTA se classificou à decisão de Roland Garros ao superar a suíça Timea Bacsinszky, a número 31 do mundo e com 28 anos, por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 3/6 e 6/3, em 2 horas e 24 minutos.

Com essa vitória, Ostapenko se tornou a primeira tenista que não era cabeça de chave a se classificar à final de Roland Garros desde 1983, quando Mima Jausovec avançou, mas perdeu para a heptacampeã Chris Evert. Agora, na decisão do próximo sábado, prevista para as 10 horas (de Brasília), terá pela frente a vencedora da partida entre a checa Karolina Pliskova (número 3 do mundo) e a romena Simona Halep (número 4).

Ostapenko e Bacsinszky fizeram um duelo equilibrado e cheio de quebras de serviço no primeiro set - foram seis, sendo três para cada tenista. A suíça até começou melhor, abrindo 2/0, mas permitiu que a tenista da Letônia reagisse e ainda recebeu atendimento médico por causa de dores no joelho direito.

A definição da parcial ficou para o tie-break, quando Ostapenko arriscou, com sucesso, vários golpes e fechou o set com a vitória e também 21 winners e 16 erros não-forçados.

O segundo set da partida foi equilibrado apenas no seu começo, quando as tenistas conseguiram uma quebra de serviço cada. Depois, Bacsinszky se impôs, venceu quatro games seguidos e assegurou a vitória por 6/3, garantida com uma dupla-falta de Ostapenko.

No terceiro set, Ostapenko abriu 3/1 com um break point convertido no quarto game, mas perdeu o seu saque na sequência. A tenista da Letônia, no entanto, voltou a quebrar o saque da suíça no oitavo e dessa vez não vacilou, fechando o jogo na sequência ao disparar o seu 50º winner na semifinal, se classificando para a sua primeira decisão de um dos torneios do Grand Slam.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.