Arquivo/AE
Arquivo/AE

Pai de Jelena Dokic é condenado a 15 meses de prisão

Sérvio era acusado de ameaçar a embaixadora australiana no seu país; em maio, ele já tinha sido preso

AE-AP, Agencia Estado

24 de setembro de 2009 | 10h04

A justiça da Sérvia anunciou nesta quinta-feira que Dagomir Dokic, pai da tenista Jelena Dokic, foi condenado a 15 meses de prisão. Ele era acusado de ameaçar Claire Birgin, embaixadora australiana na Sérvia.

Em maio, Dagomir Dokic foi preso depois de dizer que explodiria o carro de Borgin se ela não impedisse a publicação de reportagens ofensivas a ele na Austrália, país onde sua filha Jelena Dokic vive atualmente.

No início deste ano, quando voltou a ter bons resultados nas quadras, Jelena revelou que rompera relações com o pai devido às agressões que sofria.

Tudo o que sabemos sobre:
tênisJelena DokivDagomir Dokic

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.