Para Murray, armação de jogos faz parte do mundo do tênis

Tenista escocês diz ser comum a prática de manipulação de partidas entre os competidores da ATP

09 de outubro de 2007 | 11h36

O tenista escocês Andy Murray disse nesta terça-feira que existe no mundo do tênis algumas partidas cujos resultados "estão sendo armados".   "É algo decepcionante para nós, mas infelizmente todos os jogadores sabem que existe", disse Murray à BBC. "Mesmo assim é difícil provar e falar os nomes."   Segundo Murray, muitos tenistas participam deste tipo de aposta devido ao curto tempo de carreira, que é de 10 a 12 anos.   "A possibilidade de conseguir dinheiro extra para alguns é muito tentadora. Muitos têm de viajar o tempo inteiro e não disponibilizam de recurso para isso."   Em meados deste ano, a Associação de Tenista Profissional (ATP) iniciou uma investigação para tentar descobrir fraudes no esporte.   Um dos principais alvos da investigação é o russo Nikolay Davydenko, que teria perdido de maneira suspeita para o argentino Martín Vasallo, em torneio na Polônia.

Tudo o que sabemos sobre:
ATPapostas ilegaisAndy Murray

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.