Paris apresenta projeto para manter Aberto da França em Roland Garros

Ideia é criar um complexo polivalente que também possa abrigar outras atividades

estadão.com.br,

17 de novembro de 2010 | 22h55

A prefeitura de Paris apresentou nesta quarta-feira um projeto para manter Roland Garros como sede do Aberto da França de tênis. A ideia é criar um complexo polivalente junto ao recinto da Porte d'Auteuil, que também possa abrigar outras atividades.

A cidade quer construir uma nova quadra para cinco mil pessoas, que possa ser utilizada durante todo o ano, e não apenas durante os 15 dias do torneio.

O projeto necessitaria de um aporte de 235 milhões de euros (cerca de R$ 550 mi). No entanto, outros lugares na França também querem receber a competição, como Gonesse, Marne-la-Vallée e Versalles.

Mudança? A federação Francesa de Tênis só tomará uma decisão final sobre o caso em fevereiro do ano que vem. Roland Garros é atualmente o menor lugar dos quatro que abrigam Grand Slams, as competições mais importantes do tênis mundial. (Com agências internacionais)

Tudo o que sabemos sobre:
tênisRoland GarrosParis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.